Área Reservada

Uma crise alimentar mundial que nunca terminou

Quinta, 28 Setembro 2017 10:09

A crise de 2007-2008, onde o número de pessoas que sofreram fome aumentou para um bilhão e colocou em risco os direitos humanos de muitos outros, não terminou em nenhum momento de acordo com o Observatório do Direito à Alimentação e Nutrição de 2017.

Quando a crise alimentar eclodiu, os preços internacionais de todas as principais commodities alimentares alcançaram o nível mais alto em quase 30 anos. Como consequência, o número de pessoas a viver com fome chegou a mil milhões, além de se ter visto comprometido o direito humano à alimentação e à nutrição adequadas de muitas outras. A ‘crise’, a qual foi descrita por muitos como uma crise multifacetada envolvendo os alimentos, os combustíveis, as finanças e o clima – e mesmo uma crise de direitos humanos, apenas expuseram as fissuras de um sistema alimentar insustentável e falido, forçando as instâncias de decisão política a reconhecer o seu fracasso. Dez anos depois perduram muitas das causas fundamentais que levaram à crise e os movimentos sociais e as organizações da sociedade civil continuam a lutar para transformar os sistemas alimentares.

 

Lançada no dia 26 de Setembro na sede da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em Roma, a edição do 10º aniversário do Observatório do Direito à Alimentação e à Nutrição “Vencer a crise alimentar mundial”, faz um balanço da última década e analisa os desafios e as oportunidades que estão por vir. Hoje, apesar do progresso, muitos dos problemas que causaram a crise, em primeiro lugar, persistem e continuam a afetar milhões de pessoas.

 

Este relatório está disponível online em português, espanhol, francês e inglês aqui.

Tem como objetivo contribuir para a luta pela realização do direito à alimentação, nutrição e soberania alimentar, e apresentar discussões e soluções alternativas para superar  a crise alimentar em curso.

O Observatório ilustra a atual crise alimentar em que o mundo está preso com dez artigos e dez imagens. Esclarece os pormenores da crise, desde as mudanças climáticas até as leis abusivas do comércio mundial, através de mega fusões do agronegócio, o papel das mulheres na transformação do sistema alimentar e do direito à alimentação.

 

Toda a informação em português, aqui:

www.righttofoodandnutrition.org/pt

 

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Dezembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6