Área Reservada

Fórum do Desenvolvimento debate estratégias futuras para revitalização dos territórios

Terça, 21 Novembro 2017 16:29

Para além dos conhecidos problemas dos territórios de baixa densidade, nomeadamente o despovoamento, envelhecimento da população, falta de oportunidades de trabalho, dificuldade de fixar a juventude, isolamento e difícil acesso aos serviços básicos, em 2017 o nosso país foi ainda assolado pela tragédia dos incêndios, que em muito contribuiu para o agravamento destes problemas que conduzem ainda a uma maior degradação económica e social dos territórios de baixa densidade.

A Oikos teve o prazer de participar neste Fórum, na pessoa de João José Fernandes, presidente, representando a Oikos e o projeto SmartFarmer. 

 

Sob o lema “VIVER.REFLETIR.AGIR e DESENVOLVER” a primeira sessão do Fórum do Desenvolvimento, realizado na Covilhã, no Espaço IDEARIA - Coolabora, contou com a participação de cerca de meia centena de pessoas, representantes de mais de vinte entidades, públicas e privadas, com intervenção local e nacional. Este encontro teve como objetivo refletir sobre a atual situação e a construção coletiva de propostas, estratégias e políticas para a revitalização do interior, com enfoque na participação das populações, empresários/as, autarcas e demais agentes nos processos de desenvolvimento local dos territórios. Em nota introdutória aos trabalhos, que contou com a presença da Fundação Calouste Gulbenkian, Luísa Valle salientou a importância de ir mais além da reposição da normalidade das comunidades vitimadas pelos incêndios, manifestando a disponibilidade e interesse da Fundação para o desenvolvimento de uma estratégia para o futuro destes territórios, privilegiando a lógica da ação coletiva das comunidades. No painel “Cinco Experiências, Cinco Desafios para a Sustentabilidade”, foram partilhadas experiências dos projetos “ASAS - Aldeias Sustentáveis e Activas” e “Há Festa no Campo”, bem como do coletivo do Monte dos Carvalhos e dos Guardiões da Serra Estrela, enquanto exemplos de projetos ou de ações comunitárias que procuram contribuir para a revitalização dos territórios, o envolvimento das comunidades nos processos de intervenção social e de conservação do património local, sendo essencial a mudança na relação de confiança entre o Estado e o nível local, como referiu José Portela.

 

No painel “Cinco Mesas, Cinco Temas para o Futuro dos Territórios” foram debatidas ideias e propostas para os diferentes domínios, a saber: 
1) Agricultura, Floresta e Outras Atividades”; 
2) “Economia Social e Solidária e Rendimento”; 
3) ”Cultura e Património”; 
4) ”Desenvolvimento Local, Animação dos Territórios e Saúde” e 
5) ”Educação e Formação”.

Decorrente deste processo de reflexão e de construção colaborativa destaca-se a emergência de propostas que contribuam para a requalificação das condições de trabalho nos domínios da pastorícia e da silvipastorícia, da participação das pessoas na governança dos seus territórios, na existência de um cadastro territorial, da sistematização do conhecimento das tradições e saberes locais com influência para a reconversão e transformação da realidade local e da reconversão do património cultural e dos espaços existentes.

 

Ao nível da educação e formação destaca-se a necessidade de criar modelos de ciência cidadã e de maior envolvimento da juventude nos processos de gestão coletiva do território.

 

É premente promover uma mudança social e política, que contribua para uma melhor gestão do território e adequação das políticas públicas, tendo em vista a revitalização e preservação dos recursos endógenos, saberes e tradições locais das comunidades, contribuindo deste modo para a criação de emprego local, bem como para a coesão social e territorial.

 

Este fórum foi encerrado por José Serra dos Reis, Vereador da CM da Covilhã, partilhando a sua experiência e sugerindo a criação de um observatório para a identificação de constrangimentos ao desenvolvimento dos territórios rurais.

 

Os trabalhos irão continuar a ser aprofundados no seio de outros espaços de partilha e reflexão, cujos resultados serão disponibilizados no site da Animar.

 

Fonte: Animar

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Dezembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6