Área Reservada
 
Cuba 5A23

Projeto em Cuba

 

 

Nº de Beneficiários: 22.250 pessoas

Data de Início: Mar.2011

Data de fim: Fev.2014

   

FOCAL - Fortalecimento de Cadeia de Valor do Leite em 2 Províncias de Cuba (2011-2014)

Maior e melhor produção de leite combate insegurança alimentar em Cuba


Criação de mini-indústrias para o fabrico de queijos de alta qualidade permitirá aumento de rendimento dos produtores


O leite é alimento básico na dieta de diversas culturas ocidentais. Em Cuba, a limitada disponibilidade de leite e de produtos lácteos tem contribuído para a subida de preços destes produtos e, consequentemente, maior dificuldade no seu consumo e compra.

Um projecto que a Oikos desenvolve neste país visa contribuir para o fortalecimento da cadeia de valor do leite em duas províncias cubanas e, através do aumento da produção e da oferta, contribuir para maior segurança alimentar das comunidades beneficiárias.


A fraca capacidade de produção, ordenha, armazenamento, conservação e recolha do leite que têm os produtores cubanos repercute-se na diminuição dos rendimentos familiares. Além disso, verifica-se uma reduzida capacidade de processamento do leite a nível local, devido à localização distante dos centros de processamento industrial e à desadequada conservação e transferência do leite, o que aumenta as perdas e diminui a sua utilidade industrial.

Assim, as iniciativas desenvolvidas neste projecto procuram combater estas dificuldades e possibilitar um aumento de rendimento para os produtores e, consequentemente, melhor qualidade de vida às suas famílias. Através do fortalecimento técnico - produtivo e de gestão do sector cooperativo, específicamente das Unidades Básicas de Produção Cooperativa (UBPC), pretende-se aumentar a produção e a diversificação dos alimentos produzidos.


Para isto, iniciativas que visem o melhoramento da conservação e processamento do leite através de uma maior eficiência da rede de recolha e conservação, e da infraestrutura para o processamento local, permitirão a criação de mini-indústrias para o fabrico de queijos de alta qualidade, sendo mais uma opção de produto para comercialização.


Depois de alcançada a qualidade e quantidade de produção desejadas, serão introduzidos critérios de mercado na distribuição e venda a pequena escala, potenciando a capacidade de oferta e venda local do leite e seus derivados.

Outra estratégia será melhorar a capacidade técnica e de gestão do sector através de acções personalisadas da capacitação, incorporando também conhecimentos e práticas para aumentar a preparação dos beneficiários para enfrentar os efeitos negativos das alterações climáticas e de eventos climáticos severos, que sempre acabam por afetar os sectores agropecuários.

São beneficiários directos 2.866 pessoas de 36 Unidades Básicas de Produção Cooperativa e empresas lácteas, sendo os beneficiários finais aproximadamente 22.250 pessoas, habitantes de quatro municipios das províncias de Sanci Spiritus e Camagüei - Sancti Spiritus, La Sierpe, Jimaguayú e Esmeralda. O projecto, co-financiado pela Comissão Europeia, é realizado em parceria com as organizações CARE France; Sociedad Meteorológica de Cuba (SOMETCUBA); e Asociación Cubana de Producción Animal (ACPA).

Algumas das actividades a serem desenvolvidas

» Reabilitação de áreas de ordenho e instalação de moinhos de vento em 40 propriedades leiteiras.
» Reabilitação da infra-estrutura dos serviços veterinários em 4 municípios.
» Plantação de um hectare de cultivos agrícolas em 40 propriedades leiteiras.
» Estabelecimento de 8 centros para a conservação do leite.
» Optimização da colecta de leite através da melhoria tecnológica a 6 caminhões isotérmicos.
» Criação de 2 mini-indústrias de produtos lácteos nos municípios de La Sierpe e Esmeralda.
» Melhoramento da infra-estrutura de distribuição local dos produtos lácteos.
» Realização de intercâmbios entre produtores, técnicos e decisores políticos.
» Diagnóstico, desenho e implementação de programas de capacitação em temáticas relacionadas.
» Desenho e implementação de um programa de adaptação à vulnerabilidade climática local e a aplicação de planos de redução de riscos e de contingência de desastres naturais, a partir da incorporação de novas práticas, e também de lições aprendidas em outras iniciativas similares desenvolvidas pela Oikos e parceiros nas províncias de Holguin e Pinar del Rio.

 

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Janeiro 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2