Área Reservada
 
Bluefields

Projecto em Nicarágua

 

 

Nº de Beneficiários: 28.435 pessoas

Data de Início: Jan.2009

Data de fim: Dez.2011

   

Fortalecimento das organizações comunitárias para a construção de cidadania no Município de Bluefields (2009-2011)

A costa Atlântica é a área territorial onde está a maior concentração de povoação indígena da Nicarágua, dividida en norte e sul; Bluefields é a capital da Região Autónoma do Atlântico Sul. Nos anos 70, a Guerra contra a ditadura existente na Nicarágua fez com que muitas pessoas desta zona migrassem para a Costa Rica. Com a Revolução Sandinista de 1979 e o fim da ditadura, iniciou-se um movimento de regresso da população que tinha deixado o país, e esta região voltou a povoar-se na década de 80.

 

A principal actividade económica é a agricultura de subsistência e para comércio regional. A pesca é exercida de forma tradicional, e com utilização de mão-de-obra familiar. Com 93% da população de mestiços, a propriedade da terra ainda é, hoje, comunitária.

 

O projecto "Fortalecimento das organizações comunitárias para a construção de cidadania no Município de Bluefields", é liderado pela Organização Nicaraguense Acção Médica Cristã, co-financiado pela União Europeia, e conta com a colaboração da Oikos na monitoria e avaliação.

Na cidade de Bluefields (capital da Região Autónoma do Atlântico Sul), uma das principais actividades desenvolvidas é a a "Escola de Incidência em Políticas Públicas" (EIPP), que realiza formações diversas em gestão participativa.

 

Outro eixo da EIPP é o trabalho com a população de Kukra River, um conjunto de comunidades desta mesma zona, centradas na comunidade de La Aurora, da qual participaram neste encontro 17 líderes e representantes comunitários relacionados com o projecto.

O município de Bluefields conta ainda com um Comité de Desenvolvimento Municipal que trabalha em coordenação com associações locais e com a EIPP na elaboração de estratégias de desenvolvimento municipais e comunitárias.

 

São alguns dos principais objectivos do projecto:

1 - Consolidados os processos de organização comunitária.

2 - Fortalecida a legitimidade, legalidade e institucionalidade das Organizações Comunitárias.

3 - Fortalecidos os vínculos entre Município e Comunidade.

4 - As entidades públicas locais estão orientadas para a promoção do modelo de saúde comunitária autónoma.


Este projecto irá beneficiar um total de 28.435 pessoas.


Com co-financiamento da Comissão Europeia, é realizado em parceria com Acción Médica Cristiana (líder de consórcio); Sistema Local de Atención Integral en Salud (SILAIS), de la Región Autónoma del Atlántico Sur (RAAS); e Alcaldía Municipal de Bluefields.

  

Financiadores

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Janeiro 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2