Área Reservada
 
3b28

Projecto em Moçambique

 

Beneficiários: 1.500 famílias

Data de Início: Jul.2007

Data de fim: Fev.2011

   

Sekeleka Motaze - Fase IV – Fortalecimento da Segurança alimentar no contexto de VIH/SIDA, Moçambique (2007-2011)

 A Oikos trabalha na localidade de Motaze desde Setembro 2002, quando começou a implementação do projecto Sekeleka Motaze. Este novo projecto é a continuidade e fecho do programa Sekeleka Motaze, está orientado à realização de uma transferência de capacidades e conhecimentos às famílias com doentes de HIV/SIDA para que possam providenciar os cuidados dispensados aos doentes pelos activistas de maneira pessoal e familiar e possam garantir o melhoramento da dieta alimentar dos doentes (e da família toda) a partir de recursos próprios.

 

Pretende-se que as famílias eliminem o factor de dependência que se gerou com as actividades de cuidados domiciliários da Oikos, fechando-se o projecto sem que as famílias sejam prejudicadas.

Com uma população de cerca de 62 mil habitantes, o distrito de Magude revela uma série de problemas, com altos índices de pobreza. Além disso, verifica-se um alto e crescente nível de prevalência do VIH/SIDA, o que agrava ainda mais a já existente pobreza. O impacto da doença e a problemática da insegurança alimentar conduzem a um fenómeno transversal: famílias chefiadas por viúvas e com um número elevado de crianças órfãs; e famílias com membros seropositivos.

 

Com o objectivo de minimizar estes efeitos a Oikos pretende, através deste projecto, integrar as famílias afectadas pelo VIH/SIDA em uma série de actividades que permitam o aumento da sua capacidade produtiva e de seu rendimento.

 

As actividades desenvolvidas visam que as famílias abrangidas pelo programa de cuidados domiciliários implementado pela Oikos possuam capacidades suficientes para realizar os cuidados básicos aos seus familiares padecendo de HIV e outras doenças crónicas.

Uma das estratégias utilizadas é a criação de hortas familiares e criação de animais de pequena espécie destinados em exclusivo ao melhoramento da dieta familiar.

 

Com financiamento da ONG inglesa CAFOD (Catholic Overseas Development Agency), o projecto beneficia directamente cerca de 100 famílias com doentes crónicos, e 200 famílias assistentes ao show, da Região de Motaze, Distrito de Magude. Indirectamente, serão beneficiadas cerca de 3.000 famílias, que é a população das comunidades em volta do Posto Administrativo de Motaze.

 

Algumas actividades implementadas com este projecto

» Elaboração de estudo sobre as capacidades das famílias em providenciar cuidados aos seus familiares.

» Compra e distribuição de um kit básico para cuidados domiciliários às famílias abrangidas.

» Acompanhamento e formação continua das famílias em cuidados aos doentes.

» Compra e implantação nas residências das famílias abrangidas do material básico para protecção das hortas e as capoeiras.

» Compra e distribuição de kit de equipamento mínimo para cuidado de hortas e animais.

» Compra e distribuição de sementes e animais de pequena espécie.

» Acompanhamento e formação continua em técnicas de produção hortícola e cuidado de animais.

» Difusão e disseminação das boas práticas.

 

Outras notícias relacionadas com este projecto:
» Formação de activistas em técnicas de teatro: boas práticas em relação ao HIV-SIDA


Outras informações relacionadas com as fases anteriores deste projecto:

» Fortalecimento da Segurança Alimentar no Contexto de VIH/SIDA em Motaze (2004-2011)
» "Farmácia Verde" em Motaze, Moçambique

Financiadores

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Janeiro 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2