Private Area

Quem está a pagar a conta? Os impactos (negativos) das políticas e práticas europeias no Mundo

Wednesday, 07 August 2019 19:52

Apesar do seu compromisso com a agenda 2030, a União Europeia está a ignorar os impactos negativos que algumas das suas políticas e práticas podem ter noutras partes do mundo. Um novo relatório publicado pela SDG Watch Europe conclui: “Quem está a pagar a conta? Os impactos (negativos) das políticas e práticas europeias no mundo”.

Em média, a união europeia tem uma das pegadas ambientais piores do mundo per capita, com os nossos estilos de vida insustentáveis baseados na exploração de recursos e trabalho de outras partes do mundo.

 

A economia do futuro precisa de ter em conta o impacto ambiental e social além das nossas fronteiras, em vez de viver na ilusão de uma europa de baixo carbono e eficiente em termos de recursos, que exporta produção intensiva de recursos e poluidora para outras partes do mundo. Ter um plano coerente para o desenvolvimento sustentável exige ter plenamente em conta as externalidades e os efeitos indiretos das políticas, da produção e dos padrões de consumo europeus.

 

Uma política coerente também significa monitorar de perto os efeitos colaterais e estabelecer metas para limitá-los. O eurostat não inclui externalidades nos seus relatórios sobre Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) e não trabalha com qualquer indicador sobre os efeitos colaterais.

 

Este relatório centra-se em algumas áreas políticas importantes em que existe uma necessidade urgente de ação, uma vez que os efeitos externos das políticas europeias não são suficientemente tidos em consideração.

 

Disponível para download aqui: "Quem está a pagar a conta?"

 

  

Follow Us

 

Actions and Events

December 2019
S M T W T F S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4