Private Area

Participação Oikos em colóquio internacional sobre Soberania Alimentar

Friday, 14 October 2011 12:02

No dia 7 de Outubro, decorreu o colóquio internacional "Políticas e Cooperação para a Soberania Alimentar dos países de Língua Portuguesa", organizada pela ACTUAR - Associação para a Cooperação e o Desenvolvimento e CES - Centro de Estudos Sociais.

 

O colóquio contou com a participação do Pedro Krupenski da Oikos que se fixou numa análise aprofundada sobre "A Soberania Alimentar na estratégia da Cooperação Portuguesa".

 

Consulte esta intervenção clicando aqui.


Este colóquio foi o fecho de uma jornada de trabalho que envolveu diversos intervenientes e especialistas em Segurança e Soberania Alimentar no quadro da Cooperação e Desenvolvimento nomeadamente Francisco Sarmento (CES e consultor da FAO), Flávio Valente (Secretário Geral da FIAN) e a Carmen Lahoz (Instituto de Estudos da Fome) os quais fizeram uma abordagem à problemática da Soberania Alimentar a partir do contexto Europeu.

 

Perante a actual conjuntura social, política e económica as suas intervenções enriqueceram o colóquio com observações à Crise do Sistema Alimentar e Nutricional e a necessidade de reconstrução de um novo quadro global para assegurar o Direito Humano à Alimentação. Numa linha da responsabilidade social a Carmen Lahoz conduziu uma apresentação que reflectiu os progressos feitos por Espanha nas políticas de ajuda para o desenvolvimento e nas estratégias de cooperação para lutar contra a fome. Ao invés, Pedro Krupenski não poupou críticas quanto à (falta de) estratégia da ajuda e Cooperação Portuguesa para a Segurança Alimentar.

 

No painel da parte da tarde, a apresentação de perspectivas da sociedade civil ficou ao cargo de representantes de ONG vindas dos países do Sul (Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo-Verde, Guiné-Bissau e Brasil) e Portugal, os quais esclareceram a audiência sobre os desafios presentes nos seus próprios países sem contudo perder o sentido de responsabilidade e o papel de transformação que as organizações da sociedade civil assumiram enquanto agentes para o desenvolvimento. As suas apresentações espelharam os planos estratégicos e os programas de desenvolvimento adoptados para enfrentar os desafios presentes, identificaram políticas de desenvolvimento bem-sucedidas nos seus países e identificaram as redes e plataformas existentes a nível nacional e internacional com perspectivas de vincular a cooperação entre a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

 

Neste painel coube à ACTUAR explicar a importância da existência de Redes Regionais da Sociedade Civil para a Segurança Alimentar, nos vários países da CPLP. O objectivo destas redes (REDSAN) é alcançar uma voz colectiva mais forte, beneficiar da troca de experiências entre os diferentes países através da articulação em rede, fortalecimento de parcerias, desenvolvimento de pesquisas, capacitação e partilha de conhecimento em conjunto, bem como levar a cabo ações de lobby político que contribuam para influenciar a definição, implementação e monitoria das políticas nacionais de segurança alimentar e marcos legais do direito à alimentação num quadro de soberania nacional.

 

Intervenção da Oikos, por Pedro Krupenski - "A Soberania Alimentar na estratégia da Cooperação Portuguesa"

 

Consulte Também


» A Soberania Alimentar na estratégia da Cooperação Portuguesa

  

Where to find Oikos

We work with communities in poorer countries and regions, promoting public health, food, water, sanitation and education.

Where we are...
Where we were...
 

Follow Us

 

Actions and Events

December 2019
S M T W T F S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4