Área Privada

Emergência em Moçambique: a resposta da Oikos

Miércoles 20 de Marzo de 2019 15:45

A Oikos já está no terreno, concretamente na Beira em Moçambique, a preparar as condições logísticas para apoio às populações afetadas pelo ciclone IDAI.

A Oikos é uma das Organizações que está a trabalhar em coordenação com o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), com as Nações Unidas e com parceiros humanitários para responder às necessidades imediatas das populações em risco.

Neste momento vastas áreas das províncias de Sofala, Manica, Zambézia, Inhambane e Tete estão inundadas e mais de 600.000 pessoas foram afetadas. O número de mortos ainda está longe de ser determinado, mas responsáveis governamentais estimam que ultrapassará o milhar.

 

A Oikos já preparou uma resposta rápida para emergência que visa melhorar as condições de vida das comunidades afetadas por este ciclone. Já estamos a concertar uma resposta com o governo moçambicano e com parceiros internacionais, incluindo a cooperação portuguesa, para uma resposta de emergência de forma a salvar vidas humanas e a mitigar os danos causados em pessoas e bens. 


Neste momento já identificámos um centro de apoio e abrigo, onde será feito o armazenamento e distribuição de bens às famílias afetadas no distrito da Beira e, em breve, começaremos a distribuir kits de bens de primeira necessidade, materiais para a construção/reparação de abrigos e materiais para água e saneamento para as populações do distrito da Beira e do Dondo, de acordo com as necessidades e prioridades identificadas.

 

Pretende-se principalmente reduzir o sofrimento das famílias afetadas pelo ciclone através da provisão de socorro imediato, que inclui a distribuição de bens, acesso a água potável e abrigo.

 

 

      • Segurança alimentar / meios de subsistência - A maioria dos agregados familiares afetados pertencem a comunidades onde a agricultura é a principal fonte de renda e fornecimento de alimentos. Hectares de terras agrícolas foram inundados, destruindo as suas culturas alimentares e de rendimento.
      • Água, Saneamento e Higiene - As inundações danificaram o abastecimento de água e as infraestruturas de saneamento existentes. Comunidades ficaram sem acesso a água potável e correm riscos de contaminação e saúde.
      • Abrigo - O Ciclone causou danos significativos a muitas residências e pertences familiares (alguns totalmente destruídos). Muitas pessoas ficaram sem casa e as casas que não foram destruídas não oferecem proteção.

 

Actividades principais da Oikos já identificadas:

      • Distribuição de packs de materiais para a purificação de água e garrafões/baldes;
      • Distribuição de kits de higiene;
      • Sensibilização comunitária sobre higiene e saneamento;
      • Distribuição de bens não alimentares) - utensílios culinários, materiais para dormir, entre outros;
      • Distribuição de materiais para construção/reconstrução de abrigos (chapas de zinco, pregos, etc);
      • Distribuição de kits de abrigo. 

 

Sabemos que os próximos meses serão extremamente difíceis, mas contamos estar ao lado da população em risco, alargando a nossa intervenção para o apoio à recuperação dos modos de vida e promoção da segurança alimentar.

 

EmergenciaMZ19 emailBD

Envie-nos o seu comprovativo para Esta dirección electrónica esta protegida contra spambots. Es necesario activar Javascript para visualizarla com morada e NIF para efeitos de recibo de donativo.

Muito obrigada!

  

ModeloAnuncio EmergenciaMZ19_meiapg

Síguenos

 

Acciones y Eventos

Mayo 2019
D L M X J V S
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1