O projecto tinha como objectivo contribuir para a socialização dos processos de participação dos cidadãos e do controlo social no âmbito local, permitindo que a participação activa da população se transforme numa norma social.

 

Uma participação activa da população no exercício dos seus direitos de saúde contribuirá para a melhoria dos indicadores de saúde na área.

 

A pressão que a população exerce sobre os serviços de saúde contribuirá para melhorar a qualidade dos mesmos. Foi particularmente apreciada a atitude horizontal das equipas de campo, o seu domínio das línguas nativas e a sua transmissão de certos princípios dialógicos e modelos para fortalecer a organização e autogestão comunitária.

 

O principal alcance do Projecto foi o Módulo educativo, com a sua ênfase acertada em dinâmicas de grupo com estudantes do secundário para trabalhar temas de identidade, território, cidadania e direitos. A capacitação a radialistas foi relativamente bem sucedida.


 

Financiadores