Área Reservada
 
Cuba 1 1

Moçambique

Área total: 799.380 Km2
População: 22,9 milhões
IDH rank: 165; IDH valor: 0,284
População abaixo da linha de pobreza: 70%
PIB per capita: 1.000 USD ppp
Esperança de vida: 51,78 anos    
Taxa de analfabetismo M: 68,6%
Taxa de analfabetismo H: 37,7%
Taxa mortalidade infantil: 78,9‰
Taxa de fertilidade: 5,46 crianças/mulher
Acesso a água potável: 47%

Moçambique

 Atingir os ODM traçados em Setembro de 2000 é uma tarefa complexa que implicará um esforço conjunto entre a sociedade civil e o governo moçambicano. É necessário alterar e desenvolver áreas-chave como a educação, a saúde e a economia.

 

No que se refere ao sistema educativo, tem sido notória a preocupação em adaptá-lo às exigências, evidenciando-se já indicadores positivos como o aumento de 22% (1997) para 38,7% (2003) do número de alunos a atingir o 5º ano, bem como o valor de 60% no que diz respeito ao número de inscrições no ensino primário. O acesso ao ensino comporta algumas particularidades da realidade moçambicana, tais como a desigualdade entre os géneros.

 

A maioria dos alunos são do sexo masculino e a maior cobertura dos serviços de educação localiza-se nas zonas urbanas. Deverá fazer-se um grande esforço para a criação e afirmação de um sistema de saúde, cada vez mais dotado em termos de recursos humanos e de infra-estruturas. Urge acelerar o combate às doenças graves e melhorar a assistência durante a gravidez e o parto, a fi m de alcançar os ODM 4 e 6.

 

A mortalidade infantil tem vindo a diminuir de 143 casos (1990) para 109 (2003), por cada mil nados-vivos. Em termos de mortalidade de crianças com menos de 5 anos, verifica-se igual tendência com a redução de 219 (1997) para 178 (2003), por cada mil nados-vivos.

 

Moçambique possui uma enorme biodiversidade, mas continuam a ser cometidos danos ambientais que demonstram as dificuldades de convivência do Homem com o meio ambiente, que poderão colocar em risco a sustentabilidade do desenvolvimento. Torna-se imprescindível a criação de regulamentação sobre questões florestais e dotar as entidades competentes de meios que permitam o respeito pela lei e a gestão sustentável dos recursos naturais existentes.

 

O cancelamento da dívida dos 18 países mais pobres, entre os quais se inclui Moçambique, anunciado em Julho de 2005 pelo G8, poderá permitir um maior investimento (nacional e estrangeiro) em áreas primordiais e, deste modo, contribuir para o fortalecimento da economia Moçambicana.

 

Fonte: Human Development Report - UNDP; The World Factbook; Human Development Report - UNDP

  

ModeloAnuncio EmergenciaMZ19_meiapg

A Oikos no Mundo

Trabalhamos com comunidades de regiões e países mais pobres, promovendo a saúde pública, alimentação, água, saneamento e educação.

Onde estamos...
Onde estivemos...
 

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Maio 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1