Área Reservada

Organizações Sociais defensoras de Direitos Humanos concluíram com êxito o cursos de Gestão de Projetos

Sexta, 19 Novembro 2021 14:59

 Terminou, no passado dia 11, mais uma edição da “Formação em gestão de projetos para organizações defensoras dos Direitos Humanos”.

Em El Salvador, a formação da Oikos administrada em parceria com a Facultad de Jurisprudencia y Ciencias Sociales da Universidade de El Salvador, contou com a participação de 22 pessoas de 8 organizações sociais. 

 

Ao longo de várias sessões foram abordados temas importantes tais como as tendências na cooperação para o desenvolvimento, gestão do ciclo de projetos, gestão por resultados, teoria da mudança, abordagens transversais de gênero e direitos humanos, diagnósticos participativos, planeamento, monitorização, avaliação de orçamentos e estratégias de execução de projetos. Com uma abordagem “aprender fazendo”, foram realizadas exposições, trocas de experiências e workshops para a construção de projetos. No final, cada organização apresentou projetos formulados a um júri que o avaliou.

 

Esta ação de formação faz parte da estratégia de gestão do conhecimento para fortalecer as capacidades das Organizações envolvidas neste projeto.

Anteriormente, uma edição semelhante a este diploma foi realizada nas Honduras, com 32 participantes de 20 organizações feministas e LGBTI.

 

 1 Formacao ES e Honduras 2   2 Formacao ES e Honduras 4

 

Estas ações foram desenvolvidas no âmbito do projeto "Promovendo a governança da sociedade civil para a prevenção, restituição de direitos e proibição da tortura e maus-tratos a mulheres, jovens e população LGTBI em El Salvador e Honduras" que, tal como o próprio nome indica, tem como objetivo contribuir para a proibição e prevenção de tortura, maus-tratos e outras violações dos Direitos Humanos contras as populações mais vulneráveis nestes países.

 

O projeto é executado pela Oikos em parceria com Passionista Serviço Social (SSPAS) e Associação Coletiva de Mulheres para o Desenvolvimento Local (CFDL), de El Salvador, Centro de Desenvolvimento e Cooperação LGTBI (-SOMOS CDC-) e Centro de Estudos da Mulher-Honduras (CEM-H), de Honduras e financiamento da União Europeia.

 


 

Consulte o Projecto:

Financiadores