Área Reservada

Oikos na vanguarda do combate às alterações climáticas em países lusófonos

Quarta, 15 Julho 2015 15:30

Desde o início de 2015 a Oikos, em parceria com a CAOS, tem vindo participar em projetos de capacitação para o combate às alterações climáticas em Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Nos últimos anos, a Oikos tem vindo a colaborar com a CAOS, uma consultora portuguesa especializada na área das Alterações Climáticas, na conceção e implementação de projetos de intervenção nos países africanos. Neste momento tem a CAOS está a implementar três projetos em Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe, financiados pelo Fundo Português de Carbono e agrupados debaixo da “bandeira” Plano C – à prova de Clima (www.planoc.com.pt). Estes visam implementar medidas concretas para o desenvolvimento de baixo carbono e resiliente e criar capacidade para o desenho de políticas, planos e projetos nos três países, de forma a fazer frente às alterações climáticas que constituem uma séria ameaça à redução da pobreza. A Oikos participa em dois destes projetos:

 

O projeto PACA decorre em Moçambique e promove a implementação de planos de ação comunitários de adaptação aos impactes das mudanças climáticas (PACAs), através da aplicação de processos participativos para a identificação e implementação de estratégias e mecanismos comunitários para fortalecer a resiliência das comunidades (sobretudo virados para a gestão sustentável dos meios de subsistência das comunidades). O projeto está a intervir em 9 comunidades espalhadas por todo o país.

 

Neste projeto a Oikos está envolvida na facilitação dos processos comunitários e no acompanhamento da implementação dos PACA.

 

O projeto IAC – Integração da Adaptação na Cooperação – envolve Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe e tem como objetivo contribuir para a redução da vulnerabilidade aos impactes das alterações climáticas nestes países através da criação de capacidades para integrar a resposta à vulnerabilidade às alterações climáticas no processo de desenho de políticas e projetos de desenvolvimento. O IAC envolve a realização de uma ação de formação de formadores em Lisboa, a tradução e adaptação de materiais de formação (originalmente desenvolvidos pela GIZ), a criação de dois módulos específicos e a realização de seis ações de formação nos países do sul (totalizando 120 pessoas formadas, entre decisores políticos e técnicos superiores).

 

A Oikos participa em vários momentos da formação nestes três países, para além de ser totalmente responsável pela criação e desenvolvimento do módulo “AVOA - Avaliação da Viabilidade de Opções de Adaptação”.

 

Até ao momento decorreram três ações de formação (fevereiro na Ilha de Moçambique, março em São Tomé e abril em Santiago, Cabo Verde), sendo o saldo bastante positivo.

 

Em setembro começa novo ciclo de formações, com ações a decorrer em Moçambique (Maputo e zona Centro) e Cabo Verde (São Vicente) e os formadores da Oikos estarão presentes em todas elas, ajudando a preparar aqueles que estarão na vanguarda do combate às alterações climáticas nestes países lusófonos.

 

Ver fotos

 

Consulte o Projecto:

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Novembro 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30