Área Reservada

Destak On-line

Segunda, 28 Janeiro 2008 11:38

A organização não governamental (ONG) portuguesa Oikos - Cooperação e Desenvolvimento está a fornecer alimentos a 10 000 pessoas isoladas pelas cheias em Morrumbala, centro de Moçambique, disse hoje à Agência Lusa fonte da organização.


Em resposta ao apelo urgente do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) de Moçambique, a Oikos está a distribuir alimentos a 1 600 famílias isoladas pelas cheias, por meio aéreo e com o apoio do Programa Mundial de Alimentação (PAM) das Nações Unidas, afirmou à Lusa Marisa de Freitas David do Departamento de Comunicação da Oikos. «Em Morrumbala, as cheias atingem o limite da calamidade. As povoações estão totalmente isoladas pela água, dificultando o resgate de muitas famílias bem como o acesso a água e a alimentos», adiantou.


Além de alimentos, as 1 600 famílias isoladas pelas cheias, num total de 10 000 pessoas, carecem também de água potável, tendas e bens de primeira necessidade. A trabalhar em Morrumbala, distrito de Chire, desde 2007, a Oikos veio para esta zona do centro de Moçambique com o objectivo de apoiar os centros para desalojados e as vítimas das cheias do ano passado, contando com 17 técnicos especializados, referiu à Lusa Maria de Freitas David. «Os técnicos especializados da Oikos estão no terreno a tentar reconstruir toda a zona no que diz respeito ao saneamento básico e à construção de poços. Dão também formação sobre novas técnicas agrícolas e distribuem alfaias agrícolas para que a população, após a calamidade, reactive a
produção familiar», explicou.


Segundo o departamento de Comunicação da Organização da Oikos, esta ONG portuguesa já ajudou 8 752 mil famílias desde que chegou a Morrumbala. Em comunicado, a Oikos lançou hoje um apelo de recolha de fundos para as vítimas das cheias em
Moçambique disponibilizando para o efeito uma conta na Caixa Geral de Depósitos com o NIB- 0035 035500029 529630 85.


Segundo disse ainda à Lusa Marisa de Freitas David «os recursos médios necessários para a redução da vulnerabilidade de uma Família Oikos, durante um ano, são de 93 euros».


O distrito de Murrumbala, em Moçambique, ocupa uma área de 12.972 km2 e tem uma população total de 282.755 habitantes.
O número de deslocados devido às cheias no centro de Moçambique aumentou, fixando-se agora em 94.225, numa altura em que os caudais dos rios voltaram a subir, indica o último balanço oficial hoje divulgado em Maputo.


Com Lusa

  

ModeloAnuncio EmergenciaMZ19_meiapg

A Oikos no Mundo

Trabalhamos com comunidades de regiões e países mais pobres, promovendo a saúde pública, alimentação, água, saneamento e educação.

Onde estamos...
Onde estivemos...
 

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Julho 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
30 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3