Área Reservada

"Mostra de teatro juvenil sobre calamidades", Moçambique

Este vídeo demonstra os resultados das oficinas de "Teatro-fórum" e de capacitação em "dramatização radiofónica" implementadas no projeto Reforço da comunicação de base comunitária para preparação de desastres e redução de risco, que deram origem a uma Mostra de teatro do Distrito de Morrumbala.

 

Depois das capacitações em técnicas de teatro, os 12 grupos das escolas envolvidas promoveram espetáculos e debates sobre a prevenção de calamidades nas suas comunidades.

 

Claire Fallender, representante da Oikos em Moçambique, fala sobre a mostra de teatro "Teatralamidade - Mostra de teatro juvenil sobre calamidades": "É uma mostra da habilidade dos jovens do Distrito de Morrumbala de educar suas comunidades sobre os problemas das calamidades, e a procura das soluções para este desafio".

 

Ela explica que esta mostra é um primeiro passo, e que estas peças deverão então ser transformadas em programas de rádio, para então serem apresentadas também neste formato para todas as comunidades beneficiárias, atingindo assim aqueles que não tiveram oportunidade de ouvir a mensagem em formato de peça de teatro.

 

A mostra contou ainda com a presença de Virgílio Gonzaga, Admnistrador do Distrito de Morrumbala, governo local que apoiou o desenvolvimento deste projeto; e representantes da Associação Luarte e do INGC, organizações parceiras das Oikos no desenvolvimento das atividades.

 

Na mostra, as peças de teatro apresentadas tinham alguns critérios obrigatórios como: a mensagem da peça apresentada deveria estar relacionada com a temática das calamidades; deveriam ser apresentadas soluções; e os espetáculos deveriam ainda conter momentos de interação com a platéia.

 

"É possível e necessário conviver com as calamidades de maneira positiva. Temos que adotar mecanismos de modo que possamos viver diariamente de forma positiva!", Ana Cristina, representante da INGC.

 

"A prevenção não pode ser feita por académicos e ficar somente nos gabinetes. Tem que ser uma ação contínua de terreno. Através do teatro, principalmente entre os mais jovens, podemos demonstrar e prever o que pode acontecer no futuro, o que é muito importante para poder erradiar as mensagens de prevenção", João Zamiassa, do INGC.

 

Desenvolvido entre 2008 e 2009, este projeto teve como objetivo geral criar um incentivo de modo a que os jovens participassem de forma ativa na redução dos riscos de desastres nas suas zonas, de modo a que se sentissem "parte" da resposta aos problemas enfrentados pelas suas comunidades.

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Fevereiro 2020
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29