Área Reservada

Negócios agrícolas sustentáveis para a redução da pobreza no Peru

Segunda, 19 Agosto 2013 14:59

A decorrer durante 4 anos, este projeto forneceu a assistência técnica e a formação, garantindo que as famílias desenvolviam as suas capacidades tecnológicas para uma agricultura sustentável. Como resultado, as famílias beneficiárias diversificaram a sua produção, atingiram uma escala comercial com a introdução de novas culturas como o milho roxo, milho híbrido e pimento piquillo. 72 produtores conseguiram certificado de produção orgânica, através do qual conseguiram um aumento de 80% dos seus rendimentos.

A pobreza é um dos principais problemas sociais enfrentados pelo Peru e em Apurimac, zona de atuação deste projeto, 78% da população vive sob condições de pobreza extrema. Com este projeto conseguiu aumentar-se de forma sustentável o nível de rendimento das famílias rurais, fortalecendo e desenvolvendo os seus meios de subsistência.

 

Foram constituídas 20 associações de produtores que realizam ações de produção e comercialização organizada e ainda participam de forma ativa na gestão das suas comunidades. Os agricultores melhoraram a confiança e a habilidade para trabalhar como organizações locais, trabalhar em equipa e expandir a acessibilidade a instituições externas.

 


A empresa de negócios agrícolas AAA.S.A., criada no âmbito deste projeto, foi constituída legalmente e continua a ser rentável e sustentável,

 de propriedade dos produtores rurais. Presta serviços de comercialização de produtos agrícolas, fertilizantes e assistência técnica aos produtores.

 

As infraestruturas de produção das famílias beneficiárias também foram amplamente melhoradas. Mais de 1.000 famílias têm acesso a um novo sistema de rega e foram construídos 19km de estrada que reduziram os custos e tempo de transporte dos produtores até ao ponto de venda. Foram ainda melhoradas as suas condições de vida com a construção de latrinas, cozinhas melhoradas, currais para os animais e sistemas de água potável, instalação de tanques de gestão de resíduos e produção de compostagem biológica.

 

Este projeto foi implementado com apoio local da ITDG (Intermediate Tecnology Development Group) e CEDES - Centro de Estúdios y Desarrollo Social, com financiamento da Comissão Europeia e Camões - Instituto da Cooperação e da Língua.

 

capa

"Tivemos acesso à utilização da balança nova, porque antes pesávamos os produtos com a balança romana. Fomos muitas vezes enganados em mais de meio quilo por arroba. Agora conseguimos obter melhores preços na venda do feijão, o que permite melhorar o rendimento da nossa família." Virgínia Vargas, produtora e líder da organização de Mulheres do distrito de Huanipaca, nos Andes peruanos.

 

 

Consulte o Relatório Final deste projecto aqui.

 

 

  

 

 Fotos Roberto 011  Huanipaca 07 Julio 2004 018

 

foto5  Huanipaca 07 Julio 2004 005

 

 

 

Consulte o Projecto:

  

ModeloAnuncio EmergenciaMZ19_meiapg

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Agosto 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31