Actividades socio-culturais na favela Rio Bonito, São Paulo (1993-1994)

O Centro atende prioritariamente a população da favela onde está situado, no Rio Bonito. Trata-se de uma população muito carenciada dos serviços básicos: trabalho, habitação, saúde, formação (a maioria são analfabetos ou semianalfabetos). Crianças abandonadas, mães solteiras, prostituição, droga, alcoolismo, violência abundam na favela. De realçar na postura e metodologia do Centro é a importância da actividade cultural, nomeadamente da arte, já testada, como base da luta contra a marginalidade. Quer nas actividades de grupo quer no atendimento pessoal, o método do Centro pretende alargar a visão das pessoas sobre os problemas, estimulá-las a uma acção colectiva e solidária e mostrar-lhes a importância que a educação tem na transformação dessa realidade.

 

Beneficiários: 800 famílias

Data de Início: Ago.1993

Data de Fim: Ago.1994

Financiadores