Área Reservada
  • Português
 
0B01

Projecto no Golfo de Fonseca

 

Beneficiários: 15.435 pessoas (3.150 famílias)

Data de Início: Jan.2005

Data de fim: Dez.2007

   

Redução da vulnerabilidade das famílias pobres em Golfo de Fonseca (Nicarágua, Honduras e El Salvador) (2005-2007)

Tendo como objectivo específico a redução da vulnerabilidade das famílias pobres do Golfo de Fonseca, foram deseenvolvidas acções que visavam:

a sistematização das estratégias de desenvolvimento sustentável no Golfo de Fonseca;

a implementação de acções-piloto para a diversificação da produção agrícola;

e a implementação de acções-piloto para a produção sustentável do ecossistema do mangal.

 

Desta forma, contribuiu-se para o desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida, através da luta contra a pobreza.

Testemunhos

Testemunhos

  • Conheça a história de Mery Ramos Conheça a história de Mery Ramos

    Mery é uma jovem agricultora que vive na aldeia de Palobobo, e que aos 21 anos foi mãe de uma menina. Ela e seu marido dedicam-se ao cultivo de limão Tahiti, e paralelamente fazem parte da Associação dos Jovens de Charguayaco, conhecida como ASOJOCHA, que criou a marca Pollopal: um negócio de criação de galinhas. 

  • Conheça a história de Nuno Monteiro Conheça a história de Nuno Monteiro

    Nuno Monteiro é agricultor na comunidade de Saudade, na ilha de São Tomé, e um dos membros de um grupo composto por três recolectores de plantas medicinais.   

  • Conheça a história de Maria Baires Conheça a história de Maria Baires

    María Baires vive com o seu marido e os dois filhos. Conta-nos como era a sua vida, quando tinham uma horta pequena e dependiam do que conseguiam comprar para se alimentar. A horta pequena foi-se tornando cada vez maior, e hoje em dia consegue alimentar a família durante todo o ano, para além de os ter permitido criar um negócio com os produtos excedentes. 

  • Conheça a história de Cláudia e a sua produção de búzio Conheça a história de Cláudia e a sua produção de búzio

    Cláudia Nascimento é agricultora de cacau biológico na comunidade de Mulundo e começou a fazer criação de búzio vermelho de forma a melhorar a segurança alimentar e nutricional da sua comunidade. Esta iniciativa, fomenta também uma atividade alternativa e sustentável de geração de rendimento para reduzir a exploração ilegal e insustentável dos recursos florestais, melhorando a situação das comunidades-alvo da floresta. 

  • Conheça a história de Gustavo Ojeda Conheça a história de Gustavo Ojeda

    Gustavo Ojeda é um jovem trabalhador, que após um imprevisto na sua vida provocado por um acidente, não se deixou limitar pelos obstáculos.