Área Reservada

Fortalecimento dos actores sociais: Jovens de El Salvador conhecem boas práticas em Portugal

Quarta, 29 Setembro 2010 12:05
No passado dia 20 de Setembro, deslocaram-se a Portugal os jovens Maria de la Paz e Wilfredo Fuentes, líderes da Rede Juvenil Torojoz (El Salvador) acompanhados pelo colaborador da ONGD italiana ACRA - Associazione di Cooperazione Rurale in Africa e America Latina, Paolo Fattori.

O projecto "Participação, cidadania e acesso a emprego para jovens de Ahuachapán" visa o fortalecimento dos actores sociais e pretende contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos jovens da área rural na zona ocidental de El Salvador e reduzir o êxodo da juventude rural em direcção à capital e aos EUA. A criação de redes juvenis activas pretende incentivar o surgimento de participantes activos e influentes no processo de desenvolvimento rural.

 

A Rede Juvenil Torojoz foi criada em El Salvador no âmbito de um projecto que a ACRA está a desenvolver em parceria com a Oikos - Cooperação e Desenvolvimento, e com as organizações locais FUNSALPRODESE, FUNDESYRAM - Fundación para el Desarrollo Socioeconómico y Restauración Ambiental e UCA - Universidad Centroamericana "José Simeón Cañas".

 

Após uma semana de reuniões em Milão, Itália, os jovens estiveram em Portugal com o objectivo de visitar uma boa prática em termos de associativismo em zonas rurais e para troca de experiências e ideias. A Oikos levou-os a visitar a Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM), associação que conta já com 30 anos de experiência de trabalho em desenvolvimento local no Concelho de Mértola.


Depois de uma reunião matinal de apresentação do trabalho de ambas as instituições, os jovens foram visitar uma exploração agro-silvo-pastoril com aproximadamente 200 hectares denominada Monte do Vento, que é propriedade da ADPM, bem como outros projectos que estão a decorrer na região. O Monte do Vento assume-se actualmente como uma área experimental e demonstrativa onde se desenvolvem estudos e projectos que promovem uma correcta gestão dos recursos naturais presentes e conciliam a conservação da natureza com o desenvolvimento sustentado da região, gerando novas possibilidades para os jovens.


Esta foi uma experiência enriquecedora para todas as partes envolvidas. Com esta visita, estabeleceram-se pontes que ajudarão a reforçar a cooperação entre actores de comunidades de base destes países. Foi interessante constatar que os desafios enfrentados por estes jovens salvadorenhos não são tão diferentes dos desafios que preocupam actualmente as associações europeias.

Consulte o Projecto:

Financiadores

  

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Fevereiro 2020
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29