Área Reservada

Vida Sustentável

As condições de pobreza e de falta de serviços e recursos básicos fazem com que sejam cada vez mais precisos projectos de desenvolvimento rural. O objectivo deste projecto foi organizar os pequenos agricultores do município de Araci, Estado de Bahia, Brasil afim de viabilizar a pequena produção e capacitar os beneficiários para conviverem com a seca e apoia-los na comercialização dos seus produtos. As actividades previstas incluem a capacitação no processamento de leite de caprinos, produção de leite de qualidade, fabrico de queijo e iogurte, administração e colocação dos produtos no mercado.

 

Beneficiários: 12 camponeses directores das APAEB

Data de Início: Set.1996

Data de Fim: Set.1997

Desenvolvimento da Casa da farinha do piqui, no Maranhão.

 

Data de Início: Set.1993

Data de Fim: Nov.1993

Esta mini-acção foi o primeiro módulo de um projecto mais vasto (“acção contra a fome, pela geração de rendas”) e visou desenvolver um programa alicerçado na cultura local e apontando para alternativas alimentares, no sentido de melhorar a composição proteica das refeições, permitindo superar a subnutrição na comunidade onde se concretizou, o Centro Comunitário da Vila Cascatinha, situada no parque proletário da Penha. Aí foi construída e equipada uma cozinha experimental que atende até 250 pessoas que têm necessidade, incluindo as 50 crianças que recebem refeições gratuitas. Duzentas refeições serão comercializadas, passando a cozinha a produzir comercialmente e a gerar renda a partir do sexto mês do projecto.

 

Beneficiários: 250 pessoas

Data de Início: Nov.1995

Data de Fim: Nov.1996

Nas comunidades do Nordeste do Brasil é comum o trabalho rural ficar colocado numa posição de inferioridade em relação a outras actividades humanas, e as escolas rurais tornam-se assim instrumentos de marginalização e evasão. Na proposta pedagógica do Serta avançada por este projecto, a escola valorizava a agricultura e a vida rural, sem abdicar das suas funções de alfabetizadora, educadora e promotora do saber. A formação das professoras visava a capacitação na utilização de tecnologias alternativas, acompanhando e assessorando grupos, com o objectivo de favorecer o desenvolvimento integral das comunidades do município.

 

Beneficiários: 500 professoras e 50 supervisoras e secretárias de educação

Data de Início: Mar.1994

Data de Fim: Fev.1995

O bairro onde se realizou o projecto, antiga grande favela chamada Alagados, na periferia de Salvador, abrangia um terreno antigamente alagado que foi sendo ocupado com habitações precárias pelas populações mais pobres. O projecto pretendeu desenvolver diversas acções recreativas que produzissem integração no interior da comunidade alvo: encontros de formação, dias de estudos e oficinas sobre a cultura em geral, a arte, a história, o resgate das raízes culturais, os direitos de cidadania, as dinâmicas comunitárias e os valores democráticos mais fundamentais. O objectivo era produzir crescimento cívico e comunitário para o desenvolvimento integral da comunidade de Mangueira.

 

Data de Início: Nov.1996

Data de Fim: Nov.1997

O Centro atende prioritariamente a população da favela onde está situado, no Rio Bonito. Trata-se de uma população muito carenciada dos serviços básicos: trabalho, habitação, saúde, formação (a maioria são analfabetos ou semianalfabetos). Crianças abandonadas, mães solteiras, prostituição, droga, alcoolismo, violência abundam na favela. De realçar na postura e metodologia do Centro é a importância da actividade cultural, nomeadamente da arte, já testada, como base da luta contra a marginalidade. Quer nas actividades de grupo quer no atendimento pessoal, o método do Centro pretende alargar a visão das pessoas sobre os problemas, estimulá-las a uma acção colectiva e solidária e mostrar-lhes a importância que a educação tem na transformação dessa realidade.

 

Beneficiários: 800 famílias

Data de Início: Set.1995

Data de Fim: Fev.1996

O Centro atende prioritariamente a população da favela onde está situado, no Rio Bonito. Trata-se de uma população muito carenciada dos serviços básicos: trabalho, habitação, saúde, formação (a maioria são analfabetos ou semianalfabetos). Crianças abandonadas, mães solteiras, prostituição, droga, alcoolismo, violência abundam na favela. De realçar na postura e metodologia do Centro é a importância da actividade cultural, nomeadamente da arte, já testada, como base da luta contra a marginalidade. Quer nas actividades de grupo quer no atendimento pessoal, o método do Centro pretende alargar a visão das pessoas sobre os problemas, estimulá-las a uma acção colectiva e solidária e mostrar-lhes a importância que a educação tem na transformação dessa realidade.

 

Beneficiários: 800 famílias

Data de Início: Ago.1993

Data de Fim: Ago.1994

O Projecto de Desenvolvimento Rural Integrado e de Políticas Públicas visou contribuir par a elevação do nível sócio-económico de famílias rurais e urbanas através da realização de programas que se desenvolveram de forma integrada nas áreas económica, da educação e no campo dos movimentos sociais e de participação na elaboração de políticas públicas. As actividades foram estruturadas segundo quatro programas a saber: Programa económico agrícola e de projectos produtivos, Programa de educação rural, Programa movimentos sociais e Programa de género.

 

Beneficiários: 315 famílias no Programa Económico; 47 professores e quase dois mil alunos no Programa de Educação Rural; 1.000 pessoas no Programa de Movimentos Sociais; 734 mulheres no Programa de Género

Data de Início: Jan.1994

Data de Fim: Dez.1997

O projecto desenvolveu-se num período de grandes transformações, em que o papel desempenhado pelos movimentos sociais é de grande importância. O objectivo mais estratégico enquanto centro de formação de âmbito nacional é a formação de multiplicadores que possam contribuir para a educação de lideranças populares, atendendo às especificidades regionais e às diferentes formas de organização dos movimentos, capacitando-as para elaborarem propostas e participarem em espaços públicos de gestão democrática. As actividades realizadas desenvolveram-se através de um curso de formação de educadores populares dirigido a pessoas vinculadas a movimentos, ONG, prefeituras e universidades.

 

Data de Início: Mar.1994

Data de Fim: Fev.1995

O projecto pretendeu contribuir para o fortalecimento do movimento comunitário na periferia urbana da Feira de Santana, criando redes de solidariedade para a defesa e a integração de crianças e adolescentes, tendo como objectivo a sua plena integração social. No específico, o projecto dirigiu-se em primeiro lugar às crianças abandonadas pelos seus pais naturais, facilitando as práticas de adopção. Em segundo lugar, realizaram-se actividades artístico-culturais em conjunto com acções de educação sanitária e de produção de legumes e outras verduras destinadas ao consumo caseiro (para melhorar a qualidade da alimentação) e à comercialização.

 

Data de Início: Set.1996

Data de Fim: Set.1997

Pág. 1 de 2

  

ModeloAnuncio EmergenciaMZ19_meiapg

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Junho 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6