Área Reservada

Vida Sustentável

O projecto pretende criar uma rede de formadores, de modo que ONGs, Igrejas e entidades locais que trabalham em Angola promovam uma maior participação das pessoas no seu próprio desenvolvimento, potenciando um desenvolvimento comunitário de qualidade e sustentável, baseado na participação das pessoas e dos grupos na decisão, na realização e avaliação dos projectos de que são beneficiários e na valorização dos saberes e dos recursos locais em harmonia com o meio ambiente.


 

O projecto irá criar uma base local de advocacia e gestão dos inúmeros problemas que as comunidades rurais enfrentam. As acções implementadas visam o aumento da segurança alimentar de 7.000 famílias camponesas do município de Quilengues, através da melhoria sustentável do sistema produtivo agro-pecuário, do apoio/reforço das organizações de camponeses, de uma capacidade acrescida no acesso aos mercados e da capacitação dos serviços municipais que tutelam o desenvolvimento rural.

 

O objectivo é que se desenvolva uma melhoria sustentável na segurança dos meios de vida das famílias do Município de Quilengues; e o aumento sustentável do capital humano e social destas comunidades.


 

Devido ao conflito armado em Angola, na província de Kwanza-Sul cerca de 1/4 da população ter-se-á deslocado para fora das suas áreas de residência (predominantemente para o interior da província), concentrando-se essencialmente no meio rural (69,7% da população total).

 

Só em 2003 é que se assistiu ao regresso massivo das populações aos seus locais de origem, como acontece no caso do reassentamento de Saca.

O projecto visa melhorar de forma significativa o bem-estar social e os níveis de segurança alimentar de pessoas que se encontrem nesta situação, através da recuperação da capacidade produtiva de 4.000 famílias do reassentamento de Saca.


 

Reintegração Social de Famílias Deslocadas na Provincia de Malanje.

A Oikos realizou, entre 2003 e 2004, vários micro-projectos de educação, recreio e cultura, em diferentes Províncias do país, orientados para adolescentes em risco. Nas Províncias de Huíla e Malanje, foi dado apoio educativo, cultural e recreativo; foram criados espaços de lazer para os adolescentes; prevenidas práticas sociais negativas; e foi realizada a integração dos ex-soldados adolescentes na vida civil.

Beneficiários: 20.305 jovens

Data de Início: Set.2003

Data de Fim: Abr.2004

A reinstalação de populações deslocadas, a agricultura e a segurança alimentar foram sectores de destaque para o trabalho da Oikos em Angola neste período. Este projecto tem como objectivo que as famílias beneficiárias tenham acesso a meios de produção e possam reactivar as culturas agro-alimentares. Para isto, será realizada a distribuição de sementes e instrumentos de trabalho; e será prestada assistência técnica aos produtores.

 

Beneficiários: 60.000 pessoas (14.079 família)

Data de Início: Set.2003

Data de fim: Jun.2004

Apoio ao Retorno e Reassentamen-to de Populações no Município da Kilenda, província de Kwanza-Sul.

Devido ao longo conflito armado em Angola, este projecto procura a incorporação da problemática da recuperação e da resinserção social através de um enfoque mais compreensivo em que a assistência, a recuperação e o desenvolvimento são parte de um mesmo processo interdependente. Para isto, promoveu-se a reinstalação de populações deslocadas, a agricultura sustentável e a segurança alimentar. Dentre as principais actividades, estão: distribuição de bens não-alimentares de primeira necessidade; distribuição de sementes e instrumentos de trabalho; reabilitação de um posto de saúde; e assistência técnica, identificação e distribuição de terras às famílias camponesas.

 

Beneficiários: 3.396 pessoas

Data de Início: Fev.2004

Data de Fim: Jul.2004

Devido ao longo conflito armado em Angola, este projecto procura a incorporação da problemática da recuperação e da resinserção social através de um enfoque mais compreensivo em que a assistência, a recuperação e o desenvolvimento são parte de um mesmo processo interdependente. Para isto, promoveu-se a reinstalação de populações deslocadas, a agricultura sustentável e a segurança alimentar. Dentre as principais actividades, estão: a distribuição de sementes, adubos e pesticidas; capacitação técnica de camponeses; a organização comunitária; a legalização de terras; e a organização de núcleos de mulheres.

 

Beneficiários: 2.500 pessoas

Data de Ínicio: Fev.2004

Data de Fim: Abr.2005

Entre 2003 e 2004, foram realizadas diversas actividades voltadas para a reactivação da produção agrícola e segurança alimentar nas Províncias de Malanje, Huíla, Cunene, Huambo e Kwanza Sul. Este programa tinha como principais objectivos: famílias com acessos aos meios de produção; reactivação das culturas de ilho, feijão e hortícolas; camponeses e agricultores capacitados em multiplicação de sementes.

 

Beneficiários: 50.535 pessoas (10.107 famílias)

Data de Início: Set.2003

Data de Fim: Jun.2004

Pág. 1 de 3

  

ModeloAnuncio EmergenciaMZ19_meiapg

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Agosto 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31