Área Reservada
   

Comissão Europeia

A Comissão Europeia é a instituição que politicamente representa e defende os interesses da União Europeia (UE) na sua globalidade. A Direcção-Geral do Desenvolvimento e da Cooperação EuropeAid é responsável pela concepção da política de desenvolvimento da UE e pela prestação de ajuda em todo o mundo através de programas e projectos.

Comissão Europeia - Desenvolvimento e Cooperação EuropeAid (DEVCO)

Projectos Apoiados:

  • 5D03 Fortalecimento de sistemas campesinos alimentares sustentáveis e equitativos com pertinencia cultural em 5 micro-regiões (2010-2011)

    Contribuir para a segurança alimentar e nutricional e para o aumento da produção da população indígena e rural em 5 micro-regiões da Guatemala.

  • 8B02 Fortalecimento das capacidades locais para adaptação às alterações climáticas no Golfo de Fonseca (2011-2016)

    Projeto multigeográfico em El Salvador, Honduras e Nicarágua. O trabalho incide na redução do risco de catástrofes naturais, desenvolvendo e fortalecendo as capacidades locais de adaptação às mudanças climáticas na região.

  • 5A22 Recuperação da capacidade produtiva local do sector agro-pecuário nas províncias de Holguin e Pinar del Rio (2009 - 2011)

    "Recuperação da capacidade produtiva em 14 municípios de Cuba visa combater a ""Insegurança"" Alimentar"

  • 5A23 FOCAL - Fortalecimento de Cadeia de Valor do Leite em 2 Províncias de Cuba (2011-2014)

    Maior e melhor produção de leite combate insegurança alimentar e permite aumento de rendimento dos produtores em Cuba

  • 5A25 CO-INOVAÇÃO em processos agrários para fortalecer a soberania alimentar em Cuba (2011-2014)

    Aumentar a produtividade e garantir a soberania alimentar através de uma experiência piloto de fortalecimento de diferentes actores sociais

  • 5A24 AgroEnergia - Fomento de cooperativas agrícolas integrais agroenergéticas para contribuir ao desenvolvimento sustentável em zonas rurais de Cuba (2011-2015)

    Projecto inovador de Agroenergia diminui a dependência dos combustíveis fósseis e fomenta cooperativas agrícolas agroenergéticas e autosustentáveis.

  • 5C06 Integração social e laboral de jovens em risco na área metropolitana (2009-2013)

    Fortalecer os actores sociais e estruturas organizativas e aumentar a empregabilidade dos jovens vulneráveis de San Salvador, promovendo e melhorando a sua integração profissional e social.

  • 5C08 Projecto Prevenção em Saúde Sexual e Reprodutiva de Adolescentes e Jovens no Município de La Unión (2010-2013)

    Contribuir para a promoção de uma cultura de prevenção em Saúde Sexual entre jovens dos 15 a 24 anos.

  • 5C09 Desenvolvimento rural sustentável na Baía de Jiquilisco (2010-2013)

    Implementar uma proposta de desenvolvimento rural sustentável no ecossistema de manguezais na Baía de Jiquilisco.

  • 5B11 Fortalecimento institucional municipal para a promoção do desenvolvimento sustentavel em Pespire (2011-2012)

    Reforço da capacidade institucional municipal para promover maior desenvolvimento e melhorar os serviços pretados à comunidade.

  • 5B10 Para uma casa saudável - a qualidade do ar e as doenças respiratórias em lares pobres nas Honduras (2011-2014)

    Reduzir a mortalidade e morbidade infantil associada a doenças respiratórias causadas por altos níveis de contaminação do ar.

  • 3B24 Produção e comercialização de culturas de rendimento entre pequenos produtores do Niassa (2008-2012)

    Promover o aumento do rendimento de produtores de pequeno porte através da adopção de práticas produtivas e empreendedoras.

  • 5B09 Inclusão económica e social da população indígena Tolupan no Departamento de Yoro (2010-2013)

    Fortalecer a integração económica dos produtores indígenas reduzindo a exclusão social e aumentando o uso sustentável dos recursos naturais.

  • 5E02 Implementação de sistemas de certificação para pequenos produtores de camarão, pescadores artesanais e extractores de conchas (2009-2012)

    Promover o acesso das pequenas e médias empresas pesqueiras e de camaronicultura à certificação de processos e produtos.

  • 1A33 Energy For Life: Campanha de Educação para o Desenvolvimento sobre o papel crítico das energias renováveis na redução da pobreza e desenvolvimento sustentável (2009-2012)

    Aumentar a consciência em torno do uso das fontes de energias renováveis como ferramenta para a diminuição da pobreza e para o desenvolvimento sustentável.

  • 1A34 Cinema Documental ODM (2009-2013)

    Promover a difusão dos ODM através da participação activa dos jovens como veículos de informação, divulgação e incidência.

  • 1A35 Energizing Development (2009-2012)

    Acesso sustentável a um recurso renovável - repensar a energia desde a raiz.

  • Blue Fortalecimento das organizações comunitárias para a construção de cidadania no Município de Bluefields (2009-2011)

    Consolidar os processos de legitimidade, legalidade e institucionalidade das organizações comunitárias locais.

  • 5E03 Iniciativas locais de baixo custo para a produção sustentável de Aves Crioulas (2011-2014)

    Melhorar a segurança alimentar através do aumento da produção de aves crioulas de forma sustentável e com estratégias de baixo custo.

  • 1A27 Concurso Europeu de Cartazes “A União Europeia e a Não Discriminação” (2007)

    Concurso Europeu que tinha como objectivo central contribuir para a sensibilização dos jovens portugueses em torno da não-discriminação, através da sua participação no Concurso "A União Europeia e a Não Discriminação".

    A participação de Portugal no concurso foi uma das mais significativas em toda a Europa, tendo merecido o primeiro prémio na categoria de 15-18 anos. Registou-se uma participação de 240 escolas, 27 associações juvenis e 6 jovens a título individual.

  • 3b39 Apoio ao Desenvolvimento de serviços financeiros baseados na comunidade na Província de Cabo Delgado

    Contribuir para o incremento de investimento e rendimento nas comunidades rurais onde actua o PROMER, através da introdução de esquemas de poupança e crédito rotativo.

  • 1A13 Finança Ética para o Desenvolvimento (2003-2006)

    Este projecto de Cidadania Global tinha como objectivos centrais promover junto da opinião pública portuguesa as potencialidades da Finança Ética para o desenvolvimento local e para a luta contra a pobreza em países do Sul;

    defender a adopção oficial de um quadro legal junto do Governo e da classe política que apoiesse a criação e desenvolvimento de instituições e instrumentos financeiros éticos a nível local, regional e nacional;

    e intermediar a criação de uma plataforma de cooperação entre entidades oficiais, instituições financeiras, empresas, ONG e outros actores sociais, individuais e colectivos, que apoie a implementação e consolidação de um sistema financeiro ético.

  • 1A14 Mãos (es)Forçadas (2003-2006)

    Projecto de Educação para o Desenvolvimento que tinha como principal objectivo sensibilizar a opinião pública para as novas formas de trabalho escravo e, em especial, para o tráfico de seres humanos.

    Dirigia-se aos estudantes das escolas secundárias, das universidades, aos professores, aos educadores, aos representantes de associações de profissionais, aos empresários, aos políticos e à sociedade civil em geral.

    Dos instrumentos utilizados para esta grande campanha de sensibilização, estavam uma exposição itinerante; uma página web com informações sobre este tema; um ""guia"" que reproduzia a exposição e oferecia algumas sugestões didácticas; e actividades de formação.

  • 1A24 Terra de Todos: Uma Visão Global do Desenvolvimento (2006-2008)

    Iniciativa de intercâmbio educativo e cultural para o desenvolvimento, promovida por um consórcio de ONGs europeias.

    Tinha como objectivo central apresentar uma visão proactiva da sociedade civil organizada dos países do Sul, como protagonista na construção de alternativas políticas, económicas e sociais e na defesa dos direitos dos cidadãos, através do uso do audiovisual; e fomentar a incorporação de novos actores sociais europeus nas tarefas de sensibilização sobre o papel dos Movimentos e Organizações Sociais do Sul na redução das desigualdades nos países em desenvolvimento.

    Entre os instrumentos criados e que permanecerão em circulação para além da vida do projecto, destaca-se um kit multimédia, integrado por 10 filmes documentários com temáticas do desenvolvimento e um guia pedagógico; e uma exposição itinerante, de grande formato, que serve de suporte a conferências/debate, acções de sensibilização ou ciclos de cinema documental.

  • 1A25 Concurso Europeu de Cartazes sobre os Direitos da Criança (2006-2008)

    A Oikos – Cooperação e Desenvolvimento promove desde 2006, em conjunto com a Representação da Comissão Europeia em Portugal, e no âmbito de uma rede de organizações parceiras europeia (Eurojeune – Propager) uma série de concursos europeus de cartazes, lançados pela Direcção Geral de Justiça, Liberdade e Segurança da Comissão Europeia.

    A primeira edição destes concursos aconteceu entre Março e Maio de 2006, com o título "Concurso Europeu sobre os Direitos das Crianças.

  • 1A26 Kits ODM – Objectivos do Milénio (2007-2009)

    Os KITS ODM são um conjunto de diversos materiais sobre os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), para utilização em escolas ou grupos/instituições que trabalhem com crianças, adolescentes ou jovens. Entregues dentro de uma maleta conforme o público-alvo, contêm informação diversa sobre cada um dos ODM, bem como um enorme leque de actividades a desenvolver.

    Entre os diferentes materiais didácticos destacam-se jogos pedagógico-didácticos, simulações, fichas de trabalho, DVD e jogos electrónicos. Ambos constituem ferramentas pedagógicas que, pela sua diversidade, permitem abordagens diferenciadas em diferentes percursos formativos.

  • 1A31 Concurso Europeu - EU e a protecção dos direitos das crianças (2008)
    A terceira edição do concurso europeu de cartazes aconteceu entre Agosto e Dezembro de 2008. Desta vez o tema central era o da protecção infantil.

    As crianças e os adolescentes europeus, dos 10 aos 18 anos, foram convidadas a conceberem um cartaz sobre o tema do direito à protecção das crianças na União Europeia.

  • 1A32 Concurso Europeu de BD - EU e cidadania (2008-2009)

    Oikos promoveu entre Dezembro de 2008 e Maio de 2009, em Portugal, um concurso de Banda Desenhada da Comissão Europeia intitulado ""União Europeia e Cidadania"".

    A iniciativa teve como objectivo a criação de uma Banda Desenhada que ilustrasse o tema da cidadania na União Europeia.

  • 1A37 Concurso Europeu - 20º Aniversário convenção sobre direitos da criança, Portugal (2009-2010)

    A Oikos promoveu em Portugal a 4ª edição do concurso de cartazes para jovens no âmbito do 20º aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança, lançado pela Comissão Europeia a todos os países membros.

    O objectivo era que crianças e jovens aprendessem mais sobre os seus direitos e manifestem a sua opinião sobre o assunto. Em Portugal concorreram 236 cartazes elaborados por crianças e adolescentes dos 10 aos 18 anos. Pela primeira vez, Portugal recebeu o primeiro lugar na competição europeia.

  • 3A36 Jango - Formação para a transformação em Angola (2001-2008)

    O projecto pretende criar uma rede de formadores, de modo que ONGs, Igrejas e entidades locais que trabalham em Angola promovam uma maior participação das pessoas no seu próprio desenvolvimento, potenciando um desenvolvimento comunitário de qualidade e sustentável, baseado na participação das pessoas e dos grupos na decisão, na realização e avaliação dos projectos de que são beneficiários e na valorização dos saberes e dos recursos locais em harmonia com o meio ambiente.


     

  • 3A87 Melhoria da Segurança Alimentar das populações no Município de Quilengues, Província da Huíla (2005-2007)

    O projecto irá criar uma base local de advocacia e gestão dos inúmeros problemas que as comunidades rurais enfrentam. As acções implementadas visam o aumento da segurança alimentar de 7.000 famílias camponesas do município de Quilengues, através da melhoria sustentável do sistema produtivo agro-pecuário, do apoio/reforço das organizações de camponeses, de uma capacidade acrescida no acesso aos mercados e da capacitação dos serviços municipais que tutelam o desenvolvimento rural.

     

    O objectivo é que se desenvolva uma melhoria sustentável na segurança dos meios de vida das famílias do Município de Quilengues; e o aumento sustentável do capital humano e social destas comunidades.


     

  • Sementes e Instrumentos de trabalho para reinstalação de deslocados internos nas Províncias de Kwanza-Sul, Huambo e Huíla (2003-2004)

    A reinstalação de populações deslocadas, a agricultura e a segurança alimentar foram sectores de destaque para o trabalho da Oikos em Angola neste período. Este projecto tem como objectivo que as famílias beneficiárias tenham acesso a meios de produção e possam reactivar as culturas agro-alimentares. Para isto, será realizada a distribuição de sementes e instrumentos de trabalho; e será prestada assistência técnica aos produtores.

     

    Beneficiários: 60.000 pessoas (14.079 família)

    Data de Início: Set.2003

    Data de fim: Jun.2004

  • Arte e Comunidade (2006)

    Este projecto pretendeu aprimorar e fortalecer o desenvolvimento cultural das comunidades, a fim de aumentar a sua cultura geral, apoiando os processos de comunicação, informação, melhoria e promoção da arte e da literatura, bem como a recuperação, preservação e revitalização das manifestações de cultura popular tradicional.


    Criou-se e desenvolveu-se a partir da instituição Casa de Cultura de Plaza de la Revolution, um centro de referência para a comunidade, equipado com computador e recursos tecnológicos para o fortalecimento das actividades culturais com ampla participação da comunidade do Municipio Plaza de la Revolución.

     

    Data de Início: Jan.2006

    Data de Fim: Dez.2006

  • Processamento de leite de caprino, Bahia (1996-1997)

    As condições de pobreza e de falta de serviços e recursos básicos fazem com que sejam cada vez mais precisos projectos de desenvolvimento rural. O objectivo deste projecto foi organizar os pequenos agricultores do município de Araci, Estado de Bahia, Brasil afim de viabilizar a pequena produção e capacitar os beneficiários para conviverem com a seca e apoia-los na comercialização dos seus produtos. As actividades previstas incluem a capacitação no processamento de leite de caprinos, produção de leite de qualidade, fabrico de queijo e iogurte, administração e colocação dos produtos no mercado.

     

    Beneficiários: 12 camponeses directores das APAEB

    Data de Início: Set.1996

    Data de Fim: Set.1997

  • Projecto de Incremento da Produção Alimentar no Distrito de Mandimba (2001-2009)

    Aumento da produção agrícola , extensão e fomento, organização de associações.  Este projecto abrangeu duas mil e duzentas famílias camponesas. As suas actividades incidiram sobre a criação duma rede de extensão, formação de extensionistas, líderes e técnicos, criação de campos de demonstração e viveiros, multiplicação de sementes, fomento de culturas alimentares e de rendimento.

    Beneficiários: 25.000 pessoas (5.000 família)

    Data de Início: Jan.2001

    Data de Fim: 2009

  • Casa da farinha do piqui, Maranhão (1993)

    Desenvolvimento da Casa da farinha do piqui, no Maranhão.

     

    Data de Início: Set.1993

    Data de Fim: Nov.1993

  • 4B03 TRIAR - Educação comunitária participativa para exercício dos direitos relacionados com a saúde em Municípios pobres dos Departamentos de Oruro, Sucre, Chaco de Tarija e Potosí (2003-2007)

    O projecto tinha como objectivo contribuir para a socialização dos processos de participação dos cidadãos e do controlo social no âmbito local, permitindo que a participação activa da população se transforme numa norma social. Uma participação activa da população no exercício dos seus direitos de saúde contribuirá para a melhoria dos indicadores de saúde na área.

  • Tukamulane - Unidos pela causa, Lichinga-Niassa (1997-2001)

    Consolidação das Associações de Camponeses (Casas Agrárias) do Distrito de Lichinga. A Oikos dinamizou a estratégia de organização em associações, designadas Casas Agrárias, visando fundamentalmente a defesa dos interesses dos camponeses no quadro da economia de mercado. Por via do aumento da taxa de poupança dos camponeses estes investem na aquisição de factores de produção para segurança da sua intervenção nas campanhas agrícolas. Depois disto, uma parte da produção camponesa retorna novamente à Casa Agrária para ser vendida ao comerciante e escoada para o mercado. Os camponeses participam activamente na discussão dos seus problemas, aumentam aí a sua informação técnica, obtêm a informação oportuna dos preços dos produtos agrícolas. As Casas Agrárias prestam serviços aos camponeses, tais como moageiras para o milho e feijão, prensas de óleo ou descascadoras de arroz. Neste momento, existem 14 Casas Agrárias no distrito de Lichinga que funcionam com uma boa gestão contabilística e financeira e plena autonomia.


    Data de Início: 1997

    Data de Fim: 2001

  • Bol1 Winav Kawsaypaq - (Para uma vida melhor) - Contribuição para a Segurança Alimentar das comunidades dos municípios de Caracollo, Bolivar, Tacopaya e Tapacaril, Distritos de Oruro e Cochabamba (2004-2007)

    Este projecto tem uma proposta metodológica inovadora através de Centros Educativos de Demonstração (CED), dirigidos às crianças e jovens. Nestes centros divulgam-se os conceitos de segurança alimentar e debatem-se temas fundamentais para uma melhoria sustentável da vida das comunidades, tais como os direitos de cidadania.

     

    Simultaneamente, realizam-se acções de fortalecimento da capacidade produtiva directamente com as comunidades, através das suas organizações comunitárias. Entre os beneficiários estão principalmente jovens, professores e formadores. Indirectamente, o projecto beneficiará também outras escolas que vão replicar o método dos centros demonstrativos por entre as comunidades vizinhas.

  • 4D04 Negócios agrícolas sustentáveis para a redução da pobreza no distrito de Apurimac - Projecto Pachachaka (2003-2007)
    A pobreza é um dos principais problemas sociais enfrentados pelo Peru.

    A pobreza está concentrada nas áreas rurais, em particular na "sierra rural". Nesta zona, dois terços das unidades familiares eram pobres, sendo 30% do total extremamente pobres.

  • 4D08 Programa Binacional (Peru e Equador) para a conservação e gestão participativa dos bosques tropicais no Chinchipe (2005-2009)
    As crises políticas vividas no Peru e Equador nos últimos anos exacerbavam a pobreza dos sectores rurais, contribuíndo para um aumento do processo de emigração da população camponesa da zona andina que, por falta de outras oportunidades económicas, ocuparam e desflorestaram as zonas marginais da floresta com o objectivo de extrair madeira e instalar culturas temporárias.

    Este projecto de 4 anos - de 2005 a 2009 - no Peru e Equador visava promover a conservação das florestas tropicais da bacia binacional do Chinchipe que criou um modelo de gestão sustentável de florestas na bacia binacional do Chinchipe com plena participação da população local.

  • Cadeias produtivas e gestão sustentável dos recursos naturais em zonas de ladeira do município de Pespire (2008-2011)

    Com a criação de micro-indústrias do sector agro-alimentar, o projecto tinha como objectivo a redução da pobreza através do aumento do rendimento familiar das comunidades, com o desenvolvimento de novas actividades comerciais que ainda não haviam sido exploradas, e que possam gerar receitas e empregos mais sustentáveis.

     

    Neste sentido, estes "novos negócios" procuraram desenvolver uma gestão racional dos recursos naturais existentes, como também cultivos agrícolas alternativos. O projecto tinha nainda uma forte componente ambiental. Foram realizadas desde campanhas de educação ambiental para a população até actividades de limpeza urbana e colocação de diversos cestos de lixo em todo o Município. A actividade de maior impacto foi a construção de um aterro sanitário para a correcta deposição do lixo, de modo a minimizar o impacto da contaminação ambiental rural e urbana naquela região.

     

    Foi também criada, em conjunto com a Câmara Municipal, a "UMA" - Unidade Municipal Ambiental. Esta Unidade é responsável por diversas actividades que estimulam uma boa gestão e uso racional dos recursos naturais existentes no Município. Entre muitas outras actividades, a UMA incentiva a recolha organizada de lixo nas comunidades beneficiadas, dando todo o apoio logístico e requisição gratuita de enxadas, carrinhos de mão e bidões para recolhas maiores.

  • Projecto de autonomia e fortalecimento de 8 micro-cooperativas agrícolas no município de Florência, Província Ciego de Ávila (2002-2006)

    Em Cuba, com a reconhecida capacidade técnica, está a implementar-se um programa de agricultura, baseado em técnicas de elevada sustentabilidade económica e ambiental, correspondendo a um processo de mudança a nível nacional que poderá servir de exemplo a outras regiões. Procedeu-se assim, através deste projecto, à expansão dos meios biológicos para o controlo de pragas e doenças, incrementou-se a tracção animal nos trabalhos de cultivo e a utilização da rega por gravidade. As acções desenvolvidas visavam a promoção de meios autónomos de desenvolvimento de actividades económicas para, desta forma, promover a melhoria do nível de receitas e das condições de vida dos camponeses.

     

    Beneficiários: 2.621 pessoas (589 famílias)

    Data de Início: Abr.2002

    Data de Fim: Set.2006

  • Nutrição e geração de renda, Rio de Janeiro (1995-1996)

    Esta mini-acção foi o primeiro módulo de um projecto mais vasto (“acção contra a fome, pela geração de rendas”) e visou desenvolver um programa alicerçado na cultura local e apontando para alternativas alimentares, no sentido de melhorar a composição proteica das refeições, permitindo superar a subnutrição na comunidade onde se concretizou, o Centro Comunitário da Vila Cascatinha, situada no parque proletário da Penha. Aí foi construída e equipada uma cozinha experimental que atende até 250 pessoas que têm necessidade, incluindo as 50 crianças que recebem refeições gratuitas. Duzentas refeições serão comercializadas, passando a cozinha a produzir comercialmente e a gerar renda a partir do sexto mês do projecto.

     

    Beneficiários: 250 pessoas

    Data de Início: Nov.1995

    Data de Fim: Nov.1996

  • Projecto de Segurança Alimentar no Distrito de Mandimba (2005-2009)

    O Programa de Segurança Alimentar visa dar continuidade e reforçar o trabalho realizado pela Oikos no distrito de Mandimba, através do Projeto Incremento de Produção Familiar, co-financiado pela Comissão Europeia, pelo IPAD e pela Oikos. Este projeto teve como objetivo a redução da pobreza e a melhoria da situação económica da população rural do distrito de Madimba.

     

    A melhoria sustentável do sistema de produção beneficiou 4.700 famílias, garantindo a segurança alimentar, o aumento da produtividade e a diversificação de fontes de rendimento.

     

  • Segurança Alimentar em Bilene-Macia, Província de Gaza (2004-2008)

    Este projecto desenvolvido no o distrito de Bilene-Macia, localizado a Sul da Província de Gaza, tinha como objectivo central a melhoria da segurança alimentar da população rural. Assim, os produtores organizados poderiam garantir a auto-sufi ciência alimentar e aumentarem as suas fontes de rendimento. Para isto, as acções desenvolvidas buscaram uma produção aumentada e diversificada; foi melhorada a organização comunitária, através da institucionalização de associações de produtores e comerciantes; melhorado o acesso aos mercados; e reforçados os serviços estatais descentralizados (DDADR), que tutelam o desenvolvimento rural.

     

    Beneficiários: 9.000 pessoas (2.000 famílias)

    Data de Início: Mai.2004

    Data de Fim: Abr.2008

  • Capacitação de professores rurais, Pernambuco (1994-1995)

    Nas comunidades do Nordeste do Brasil é comum o trabalho rural ficar colocado numa posição de inferioridade em relação a outras actividades humanas, e as escolas rurais tornam-se assim instrumentos de marginalização e evasão. Na proposta pedagógica do Serta avançada por este projecto, a escola valorizava a agricultura e a vida rural, sem abdicar das suas funções de alfabetizadora, educadora e promotora do saber. A formação das professoras visava a capacitação na utilização de tecnologias alternativas, acompanhando e assessorando grupos, com o objectivo de favorecer o desenvolvimento integral das comunidades do município.

     

    Beneficiários: 500 professoras e 50 supervisoras e secretárias de educação

    Data de Início: Mar.1994

    Data de Fim: Fev.1995

  • Educação e formação pela cultura, arte e lazer, Bahia (1996-1997)

    O bairro onde se realizou o projecto, antiga grande favela chamada Alagados, na periferia de Salvador, abrangia um terreno antigamente alagado que foi sendo ocupado com habitações precárias pelas populações mais pobres. O projecto pretendeu desenvolver diversas acções recreativas que produzissem integração no interior da comunidade alvo: encontros de formação, dias de estudos e oficinas sobre a cultura em geral, a arte, a história, o resgate das raízes culturais, os direitos de cidadania, as dinâmicas comunitárias e os valores democráticos mais fundamentais. O objectivo era produzir crescimento cívico e comunitário para o desenvolvimento integral da comunidade de Mangueira.

     

    Data de Início: Nov.1996

    Data de Fim: Nov.1997

  • Programa de educação pela arte e pelo desporto, São Paulo (1995-1996)

    O Centro atende prioritariamente a população da favela onde está situado, no Rio Bonito. Trata-se de uma população muito carenciada dos serviços básicos: trabalho, habitação, saúde, formação (a maioria são analfabetos ou semianalfabetos). Crianças abandonadas, mães solteiras, prostituição, droga, alcoolismo, violência abundam na favela. De realçar na postura e metodologia do Centro é a importância da actividade cultural, nomeadamente da arte, já testada, como base da luta contra a marginalidade. Quer nas actividades de grupo quer no atendimento pessoal, o método do Centro pretende alargar a visão das pessoas sobre os problemas, estimulá-las a uma acção colectiva e solidária e mostrar-lhes a importância que a educação tem na transformação dessa realidade.

     

    Beneficiários: 800 famílias

    Data de Início: Set.1995

    Data de Fim: Fev.1996

  • Actividades socio-culturais na favela Rio Bonito, São Paulo (1993-1994)

    O Centro atende prioritariamente a população da favela onde está situado, no Rio Bonito. Trata-se de uma população muito carenciada dos serviços básicos: trabalho, habitação, saúde, formação (a maioria são analfabetos ou semianalfabetos). Crianças abandonadas, mães solteiras, prostituição, droga, alcoolismo, violência abundam na favela. De realçar na postura e metodologia do Centro é a importância da actividade cultural, nomeadamente da arte, já testada, como base da luta contra a marginalidade. Quer nas actividades de grupo quer no atendimento pessoal, o método do Centro pretende alargar a visão das pessoas sobre os problemas, estimulá-las a uma acção colectiva e solidária e mostrar-lhes a importância que a educação tem na transformação dessa realidade.

     

    Beneficiários: 800 famílias

    Data de Início: Ago.1993

    Data de Fim: Ago.1994

  • Desenvolvimento rural integrado e de políticas públicas, Feira de Santana, Bahia (1994-1997)

    O Projecto de Desenvolvimento Rural Integrado e de Políticas Públicas visou contribuir par a elevação do nível sócio-económico de famílias rurais e urbanas através da realização de programas que se desenvolveram de forma integrada nas áreas económica, da educação e no campo dos movimentos sociais e de participação na elaboração de políticas públicas. As actividades foram estruturadas segundo quatro programas a saber: Programa económico agrícola e de projectos produtivos, Programa de educação rural, Programa movimentos sociais e Programa de género.

     

    Beneficiários: 315 famílias no Programa Económico; 47 professores e quase dois mil alunos no Programa de Educação Rural; 1.000 pessoas no Programa de Movimentos Sociais; 734 mulheres no Programa de Género

    Data de Início: Jan.1994

    Data de Fim: Dez.1997

  • Formação de formadores, São Paulo (1994-1995)

    O projecto desenvolveu-se num período de grandes transformações, em que o papel desempenhado pelos movimentos sociais é de grande importância. O objectivo mais estratégico enquanto centro de formação de âmbito nacional é a formação de multiplicadores que possam contribuir para a educação de lideranças populares, atendendo às especificidades regionais e às diferentes formas de organização dos movimentos, capacitando-as para elaborarem propostas e participarem em espaços públicos de gestão democrática. As actividades realizadas desenvolveram-se através de um curso de formação de educadores populares dirigido a pessoas vinculadas a movimentos, ONG, prefeituras e universidades.

     

    Data de Início: Mar.1994

    Data de Fim: Fev.1995

  • Polo comunitário urbano, Bahia (1996-1997)

    O projecto pretendeu contribuir para o fortalecimento do movimento comunitário na periferia urbana da Feira de Santana, criando redes de solidariedade para a defesa e a integração de crianças e adolescentes, tendo como objectivo a sua plena integração social. No específico, o projecto dirigiu-se em primeiro lugar às crianças abandonadas pelos seus pais naturais, facilitando as práticas de adopção. Em segundo lugar, realizaram-se actividades artístico-culturais em conjunto com acções de educação sanitária e de produção de legumes e outras verduras destinadas ao consumo caseiro (para melhorar a qualidade da alimentação) e à comercialização.

     

    Data de Início: Set.1996

    Data de Fim: Set.1997

  • Geração de renda, Bahia (1996-1997)

    O projecto quis responder à necessidade de criação de emprego na área urbana da Feira de Santana, estado da Baía, Brasil. O projecto pretendeu desenvolver actividades de apoio a pequenos empreendimentos, como resposta concreta à necessidade de sobrevivência da população que consegue, por conta própria, criar as mais variadas formas de ocupação e emprego na área urbana da Feira de Santana. Para isso, fortaleceram-se as actividades produtivas através do acesso a pequenos créditos, com prioridade para as mulheres empreendedoras, e mediante a capacitação política (os direitos das mulheres) e de gestão técnica e administrativa de pequenas actividades económicas.

     

    Data de Início: Out.1996

    Data de Fim: Out.1997

  • Irrigação simplificada para cultura de legumes, Bahia (1996-1997)

    O projecto visava melhorar as condições de vida da comunidade beneficiária mediante a inovação do sistema de produção no semiárido do estado da Baía, município de Retirolândia, fazenda Buenos Aires. Graças ao aumento da produção, também se melhorou a qualidade da alimentação das crianças com a entrega de parte dos géneros às escolas do município, o que constituiu um apoio à luta contra o trabalho infantil, estimulando a presença das crianças nas escolas. As capacidades de gestão reveladas pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Retirolândia nas condições específicas do território garantiram que no final desta miniacção fossem criadas as condições para o desenvolvimento das actividades previstas e para que o processo se reproduzisse autonomamente.

     

    Beneficiários: 240 crianças

    Data de Início: Out.1996

    Data de Fim: Out.1997

  • Tecnologias alternativas, Pernambuco (1993-1994)

    O projecto visou uma população de pequenos proprietários rurais que retiram das actividades agro-pecuárias a totalidade dos seus rendimentos. Por isso, procurou-se melhorar o rendimento familiar mediante actividades alternativas nas áreas pecuária e agrícola Realizaram-se programas de formação técnica nos domínios da agricultura, da pecuária e de actividades complementares que contribuem para assegurar um melhor nível de vida. Por último, incentivou o desenvolvimento rural e a organização comunitária, através do apoio na gestão de projectos.

     

    Data de Início: Jan.1993

    Data de Fim: Dez.1994

  • Programa de Segurança Alimentar nos municípios de Caconda e Caluquembe, Província da Huíla
    Programa de Segurança Alimentar nos municípios de Caconda e Caluquembe, Província da Huíla.
  • Programa Um Mundo de Crianças - Semear a Solidariedade (1996-1998)

    Programa que procurou desenvolver actividades que dessem continuidade ao trabalho iniciado com os projectos que decorreram entre 1991 e 2000 e pusesse em prática as propostas pedagógicas criadas em torno dos materiais construídos para o efeito. Para o biénio de 2005-2007 pretendeu-se dar continuidade a este trabalho, reforçando algumas vertentes que entretanto se tornaram relevantes na abordagem à educação para o desenvolvimento, para a cidadania e para os valores, com o objectivo de criar crianças mais responsáveis, solidárias, livres de preconceitos e estereótipos, e correctamente informadas.

     

    Data de Início: 1996

    Data de Fim: 1998

  • Projecto de Melhoramento do Sistema de Segurança Alimentar do Municipio do Longonjo, Província de Huambo (2005-2007)

    Projecto  de Melhoramento do Sistema de Segurança Alimentar do Municipio do Longonjo, Província de Huambo.

     

    Beneficiários: 75.000 pessoas

    Data de Início: 2005

    Data de fim: 2007

  • Projecto cooperação descentralizada no Longonjo, Província de Huambo (2005-2007)

    Projecto cooperação descentralizada no Longonjo, Província de Huambo.

     

    Data de Início: 11/1/05

    data de Fim: Oct-07

  • Programa de Desenvolvimento Integrado, Lichinga-Niassa (1990-1997)

    Projecto de apoio à reconstrução e reabilitação social e económica das populações rurais do Distrito seriamente afectadas pela guerra civil. Foram reconstruídos todos os postos de saúde do distrito, construídas duas maternidades novas distribuídos apoios à população em produtos de ajuda humanitária (roupas e cobertores), factores de produção agrícola, formação de quadros e técnicos da extensão rural. Um programa de saúde comunitária e rural foi iniciada com a formação de agentes de saúde e de parteiras tradicionais. O projecto apoiou 65.000 pessoas e criou 19 associações de camponeses (Casas Agrárias).

     

    Beneficiários: 65.000 pessoas

    Data de Início: 1990

    Data de Fim: 1997

  • Reintegração Social nas novas áreas de acolhimento através de actividades de Segurança Alimentar, municípios de Alto-Hama e Tchicala Tcholoanga, província de Huambo (2003-2004)

    Projecto de reintegração social de famílias deslocadas. As acções desenvolvidas procuraram aumentar a segurança alimentar através da distribuição de sementes e instrumentos de trabalho e assistência técnica. Foram distribuídas 0,1 TM (toneladas métricas) de sementes hortícolas, 100 TM de fertilizantes; 12.000 instrumentos de trabalho; e 200 kits de micro-irrigação. Desta forma, as famílias tinham acesso a meios de produção e podiam reactivar o cultivo agrícola.

     

    Beneficiários: 10.000 pessoas (2.000 famílias)

    Data de Início: Set.2003

    Data de Fim: Jun.2004

  • 5D01 Cotzic: Segurança Alimentar e Nutricional em Ixchiguán (2007-2009)

    O Cerro Cotzic é uma zona de recarga hídrica de grande importância para a vida dos habitantes da região e para a conservação da natureza.

    Este projecto de segurança alimentar desenvolvido nesta zona teve como principais objectivos:

    contribuir para a redução da vulnerabilidade alimentar nas comunidades beneficiárias;

    apoiar os processos de fortalecimento municipal relacionados com a participação social e a descentralização da gestão do desenvolvimento;

    e reduzir os índices de doenças relacionadas com o consumo de água, as quais estão identificadas como parte das causas mais significativas de mortalidade e morbilidade infantil.

     

    Desta forma, foi possível melhorar a gestão sustentável dos recursos hídricos com orientação para a Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), no Município de Ixchiguán, Departamento de San Marcos, Guatemala.

     

    A Oikos vai assinalar, na Guatemala, o Dia Mundial do Ambiente – 5 de Junho – com um importante evento de reflorestação em larga escala financiado pela Comissão Europeia.
     
    A acção, integrada no projecto da Oikos “Cotzic – Segurança alimentar e nutricional em Ixchiguán” é feita em colaboração com diversas instituições locais.

    Sob o mote "O teu bosque, a tua água, o teu futuro, a tua vida", milhares de pessoas vão participar nesta actividade que terá uma ampla cobertura a nível nacional pelos órgãos de comunicação social.

    O Cerro Cotzic é uma zona de recarga hídrica de grande importância para a vida dos habitantes da região e para a conservação da natureza. Uns dos principais objectivos deste projecto são:


    - A redução da vulnerabilidade alimentar;
    - O apoio aos processos de fortalecimento municipal, promovendo a participação social e a descentralização do desenvolvimento;
    - A redução dos índices de doença relacionadas com o consumo de água.

    A Oikos prevê que, com este projecto, sejam beneficiadas 23.022 pessoas.

  • Organização da sociedade civil – programa de formação de recursos humanos, Fortaleza e Rio de Janeiro (1996-1997)

    Proposta de elaboração de um programa piloto de formação com vista à produção de materiais pedagógicos a disponibilizar às ONG brasileiras e estrangeiras a trabalhar no Brasil. Estes materiais visam perspectivar a inserção das ONG na situação do Brasil de modo a ajudar à definição dos seus papéis em resposta aos novos desafios que a sociedade brasileira apresenta. O objectivo último do projecto é a produção de materiais pedagógicos com fundamento em experiências locais a serem reflectidas por uma equipa de especialistas e por representantes de organizações da sociedade civil, sobre os temas de gestão, criação e utilização de recursos.

     

    Data de Início: Nov.1996

    Data de Fim: Set.1997

  • Reabilitação de consultórios médicos de família, município Trinidad, Sancti Spiritus, afectados pelo furação Dennis 2005 (2006)

    Reabilitação de consultórios médicos de família, município Trinidad, Sancti Spiritus, afectados pelo furação Dennis 2005.

     

    Data de Início: Jan.2006

    Data de Fim: Mar.2006

  • Redução da vulnerabilidade das famílias pobres em Golfo de Fonseca (Nicarágua, Honduras e El Salvador) (2005-2007)

    Tendo como objectivo específico a redução da vulnerabilidade das famílias pobres do Golfo de Fonseca, foram deseenvolvidas acções que visavam:

  • Bra1 Desenvolvimento comunitário rural, Feira de Santana, Bahia (1991-1994)

    Este projecto desenvolveu-se numa região semiárida do Nordeste da Baía.

  • Bra2 Projecto de educação municipal rural, Pernambuco (1995-1996)

    Uma consequência de pobreza do Nordeste brasileiro é o analfabetismo e o abandono escolar.

  • 5C07 Participação, cidadania e acesso a emprego para os jovens, El Salvador (2008-2011)

    Este projecto promoveu a participação cidadã e o acesso a emprego de jovens dos munícipios de Guaymango e Jujutla, Departamento de Ahuachapán.

  • 1A39 Time to Seed (2011-2015)

    Time to Seed é um projeto de sensibilização, informação e lobby para promover a agricultura de pequena escala, agricultura familiar e os sistemas agroalimentares sustentáveis.

  • 5A26 Retazos - Evoluir para a criação artística, o intercâmbio e a transformação sociocultural

    Evoluir para a criação artística, o intercâmbio e a transformação sociocultural

  • 1A40 Mãos (Re)Forçadas: Contra o Tráfico de Seres Humanos e Exploração Laboral (2011-2014)

    A expressão artística enquanto motor para a mobilização e ativismo local em torno da causa da prevenção e combate ao tráfico de pessoas, discriminação e exploração laboral.

  • 8B04 Desenvolvimento da Plataforma PECOSOL-CONSUACCIÓN para a Segurança Alimentar e Nutricional na América Central (2013-2017)
    Projeto multigeográfico em El Salvador, Costa Rica, Guatemala, Honduras e Nicarágua. Procura fortalecer a sociedade civil para promover, junto de decisores políticos e organismos internacionais, políticas e estratégias que protejam o direito à alimentação e reduzam a vulnerabilidade alimentar das populações.
  • 4D18 Sustentabilidade do sector bananeiro como forma de contribuir para a redução da pobreza na região Piura (2012-2016)

    Este projeto da Oikos no Perú pretende melhorar a qualidade de vida e reduzir a pobreza dos produtores, trabalhadores e comunidades através do desenvolvimento sustentável do sector bananeiro na região de Piura.

  • 5E08 Promovendo um município verde com uma gestão pública participativa e inclusiva

    O município de San Pedro de Lóvago está empenhado no seu plano estratégico para assegurar o futuro das gerações com um ambiente limpo e seguro e prosseguir o desenvolvimento humano integral, procurando a sustentabilidade em todos os seus aspetos.

  • 5A29 O nosso património, o nosso futuro - o fomento do ensino do património musical como vetor de mudança social

    Fortalecer o ensino da música patrimonial e a sua difusão dentro de Cuba.

  • 5B13 Mulheres seropositivas centro-americanas a promover paz e uma vida sem violência (2014-2017)

    Projeto multigeográfico em Guatemala, Honduras e Nicarágua. Tem como objetivo contribuir para a redução da violência contra as mulheres que vivem com VIH/SIDA. Em particular, pretende melhorar a situação social e jurídica das mulheres destes três países. 

  • 5E05 Apoio ao processo de fitomelhoramento participativo de sementes crioulas de milho e feijão nos municípios de Candega e Pueblo Nuevo, Departamento de Estelí (2013-2014)

    Contribuir para o aumento da produção de sementes crioulas de milho e feijão de qualidade.

  • Peru_CidadaniaDigital Promoção da cidadania digital em Satipo, Mazamari, San Martin de Pangoa e Río Tambo (2014-2015)

    Este projeto visa contribuir para a redução da pobreza e da desigualdade nas famílias mais vulneráveis de Satipo, Mazamari, Pangoa e Rio Tambo.

  • 5E07 Preparação de Desastres e Proteção de Meios de Subsistência: promover uma sociedade resistente ao risco de desastres entre as comunidades mais vulneráveis nas bacias geográficas de Laguna de Perlas e Rio Grande, na Região Autónoma do Atlântico Sul (2014-2015)

    Contribuir para reduzir o impacto dos desastres naturais e dos desastres provocados pelo homem, que ameaçam a população em alguns dos locais mais vulneráveis da costa do Caribe.

  • 3B35 Melhoria da Resistência a Desastres Naturais em Moçambique (2014-2015)

    Contribuir para o aprimoramento da resiliência ao desastre nas províncias de Nampula e Zambezia.

  • 5B12 Quebrar o ciclo vicioso de estigma, discriminação e violação dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/SIDA no norte das Honduras

    Contribuir para a redução do estigma e da discriminação e para a promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/SIDA em 3 municípios da costa atlântica das Honduras.

  • 3C02 Co-gestão sustentável das pescas no Sul da Ilha de São Tomé, São Tomé e Príncipe

    Contribuir para a sustentabilidade das pescas, a conservação da biodiversidade marinha e a segurança alimentar das populações.

     

  • Centro microregional de Formação Cidadã (2009-2011)

    Um Centro microregional de Formação Cidadã que visa tornar-se uma força para que todos os cidadãos possam desenvolver processos de formação com uma visão transformadora e inclusiva para questões relacionadas com o desenvolvimento local, tais como a participação do cidadão, controlo social, energias de igualdade de género, gestão ambiental, saúde, educação, entre outros, bem como no desenvolvimento participativo de mecanismos para fortalecer e revitalizar o trabalho conjunto de governos locais com as comunidades, dando especial atenção à participação de jovens e mulheres.

     

    Beneficiários: 385.387 pessoas

  • 5c12 Promovendo um modelo de apoio integral comunitário para uma juventude resiliente e construtiva

    Contribuir para a promoção da cultura de paz e o desenvolvimento em territórios de altos níveis de exclusão em San Salvador.

  • 3b42 Reforço da Responsabilidade individual e colectiva, recursos agrícolas e pesqueiros em Nampula

    Melhorar o uso e gestão sustentável dos recursos naturais por parte das populações locais como forma de contribuir para a melhoria das suas condições de vida.

  • 5c13 Cidadania promovendo a boa governança das políticas de segurança na mudança de governo

    Influenciar a melhoria das políticas nacionais de segurança pública, no âmbito do ciclo eleitoral e da gestão do novo governo central 2019-2024, contribuindo assim para a redução da vulnerabilidade social à violência em El Salvador.

  • 5a34 Recuperação agrícola das populações mais afetadas pelo furacão Irma em Cuba
  • 5a35 Indústrias Criativas - uma contribuição para a gestão da riqueza e desenvolvimento sócio-económico local a partir da revitalização cultural dos principais espaços públicos do centro histórico de Camagüey
  • 5b14 Construindo alianças para a proteção de defensores dos direitos humanos de pessoas com HIV e populações em maior risco, e para o fortalecimento do estado de direito, segurança jurídica e democracia

    Contribuir para a promoção e o respeito dos direitos humanos das pessoas que vivem com o HIV e populações em maior risco nas Honduras.

  • 5b15 Promoção de emprego decente e oportunidades de rendimento para mulheres e jovens no município de Catacamas

    Contribuir para o crescimento económico territorial e a melhoria das condições de vida dos jovens e das mulheres, mediante o aumento de oportunidades de emprego decente e produtivo e a geração de rendimento.

  

A Oikos no Mundo

Trabalhamos com comunidades de regiões e países mais pobres, promovendo a saúde pública, alimentação, água, saneamento e educação.

Onde estamos...
Onde estivemos...
 

Siga-nos

 

Participe em Ações e Eventos

Setembro 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 1 2 3 4 5